Mais Lidas

Matando a sede

200 mil terão água em dobro

Nova Adutora do Agresta vai dobrar o fornecimento para a região

acessibilidade:

A Nova Adutora do Agreste vai dobrar o fornecimento de água para 10 municípios da região, incluindo Arapiraca, onde vivem mais de 200 mil pessoas. Ao todo, 400 mil moradores serão beneficiados, além dos setores comercial e industrial.

O fornecimento de água da atual adutora, que faz a captação no Rio São Francisco, no município de São Bras, e é administrado pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), é de 1.500m³/h. A nova adutora também fará a captação de água no Rio São Francisco, no município de Traipu, e terá mais de 50 quilômetros de extensão, com uma capacidade de fornecimento de 1.500m³/h. Até agora, cinco quilômetros de tubos já foram implantados.

As obras do empreendimento, num trecho próximo ao município de Girau do Ponciano, foram visitadas nesta sexta-feira (12) por uma comitiva do Governo do Estado e da empresa CAB Águas do Agreste, que foi contratada por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) para realização dos serviços. O investimento na PPP chega a R$ 143 milhões.

O secretário de Estado da Articulação Política, Rogério Teófilo, que na ocasião representou o governador Teotonio Vilela, enfatizou que as obras devem ficar prontas até setembro de 2014, segundo o prazo contratual. Ele disse também que a melhoria no fornecimento de água é mais um benefício que vai estimular o desenvolvimento da região.

?Conseguimos, em parceria com o governo federal, resolver o problema do fornecimento de energia. Agora estamos investindo na melhoria do saneamento. Em agosto, Arapiraca também vai ganhar um Polo Agroalimentar. Além disso, o Governo do Estado foi parceiro na implantação do campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). É com infraestrutura, tecnologia e conhecimento que uma região consegue gerar empregos e se desenvolver?, assinalou Teófilo.

Gestor do contrato da PPP pela Casal, Tácito Castelo Branco informou que agora são quatro frentes de trabalho na adutora. ?Além da obra, a PPP inclui a recuperação e modernização do sistema de São Brás a Arapiraca e operação e manutenção dos sistemas antigo e novo, além de serviços comerciais?, destacou.

O gerente da CAB Águas do Agreste em Arapiraca, Paulo Cle, ressaltou que as obras utilizam o que há de mais moderno em engenharia, empregam cerca de 500 trabalhadores, sendo 95% deles mão de obra local, e frisou que a conclusão da obra pode ser antecipada para julho de 2014.

O presidente da CAB Ambiental, Mário Galvão, o vice-presidente de Gestão de Engenharia, Osmar Lisboa, e o vice-presidente de Gestão Operacional, Carlos Figueiredo, ambos da Casal, também acompanharam a visita.

Reportar Erro