Cláudio Humberto
Coluna CH / 8 de março

Chefe da Petrobras, Landim ‘seduziu’ Bolsonaro como encantou Dilma

acessibilidade:
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Foto: Divulgação
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Foto: Divulgação

Antes de cair nas graças de Jair Bolsonaro e ganhar a presidência do conselho de administração da Petrobras, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, encantou Dilma Rousseff, que ocupava o mesmo cargo quando o indicou ao ex-presidente Lula para chefiar a subsidiária BR Distribuidora. Saiu da BR para virar executivo do ex-bilionário Eike Batista, também ligado a Lula. Ambos, Eike e Lula, acabaram presos.

Mundo dá voltas

O cartola do Flamengo atuou na Petrobras por 26 anos, até se aproximar da então presidente do seu conselho de administração, Dilma Rousseff.

Patrimônio multiplicado

Landim foi atraído para a aventura de Eike Batista, quando, segundo a revista Exame, multiplicou seu patrimônio por 240 em quatro anos.

Processo milionário

Landim romperia a parceria com Eike e o processou pedindo meio bilhão de reais por descumprimento de contrato envolvendo a EBX. Landim perdeu.

Virou vidraça

Festejado pela gestão no Flamengo, Landim agora virou ‘alvo a abater’, após a indicação de Bolsonaro para presidir o conselho da Petrobras.

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Foto: Divulgação
Wesley e Joesley Batista, figuras controvertidas da J&F - Foto: reprodução de redes sociais.

Irmãos Batista não afetam ‘chinas’ de rival gigante

Chegou ao conhecimento do controlador da Paper Excellence que os irmãos Joesley e Wesley Batista só se referem a ele e sua família como “aqueles chineses”. O tom pejorativo usado nas rodas de conversas sugere uma ponta de racismo. O acionista da multinacional de papel e celulose é na verdade indonésio e a Paper, que tem sede na Holanda, mantém operações no Canadá, França, Estados Unidos e no Brasil.

Já no agrobusiness...

O curioso é que a China é um dos maiores compradores dos produtos da JBS, principal destino das exportações de carne bovina da JBS.

Duros de matar

“Aqueles chineses” são um osso duro de roer. Há 5 anos travam batalha bilionária com os Batista pelo controle da Eldorado Celulose.

Pagou e não levou

A polêmica sobre a disputa pode ser resumida assim: a Paper pagou pela Eldorado Celulose, mas os Batista não entregaram.

Poder sem Pudor

Ele era do contra

Presidente do Corinthians, Vicente Matheus usava as ligações com o poder, no regime militar. Teve um problema com terrenos na praia do Guarujá, em São Paulo, e um oficial da Marinha o ajudou. Ficou tão grato que lhe ofereceu uma festa. Orgulhoso, apresentava-o assim: “Este é o meu amigo almirante!” O oficial nada dizia, até que perdeu a paciência: “Eu não sou almirante. Eu sou contra-almirante.” Dizem que o presidente do Corinthians não contou conversa: “Você é contra almirante? Pois também sou contra eles!”

Renata governadora

A deputada Renata Abreu é nome com densidade para enfrentar a candidatura do Podemos, que ela preside, ao governo de São Paulo. Seria a resposta do partido às palavras canalhas de Arthur do Val.

Enrolados

O presidente do PSB, Carlos Siqueira, foi enfático sobre Geraldo Alckmin: “Ficou acertado que ele entra no PSB”. Mas o próprio “chuchu”, aquele sem gosto e cheiro, disse que ainda “não tem decisão”.

Conto é do vigário

Alckmin reluta nessa aliança porque terá de explicá-la ao seu eleitorado antipetista. E porque desconfia que a intenção de Lula é tirá-lo da disputa pelo governo de São Paulo, abrindo caminho para Fernando Haddad.

Educação como prioridade

Em Pernambuco, enquanto as prefeituras do Recife, Caruaru e Petrolina resistem às reivindicações dos professores, Jaboatão dos Guararapes, que teve o reconhecimento internacional da ONU pela gestão na área de Educação, anunciou aumento de 36% para a classe.

Frase do dia

A decisão vai ser um pouquinho mais para frente

Ex-opositor do PT, Geraldo Alckmin enrola sobre a filiação ao PSB, para se aliar a Lula

Decisão difícil

Arthur Virgílio Neto (PSDB-AM) disse ser adversário de Bolsonaro, mas elogiou decisão de condenar a invasão da Ucrânia. “Não é uma atitude simples, já que a Rússia é o maior fornecedor de fertilizantes”, disse.

Realidade paralela

Apoiador de Jair Bolsonaro, o vereador de Fortaleza Carmelo Neto (Republicanos) resumiu a aliança anunciada de Lula com Geraldo Alckmin, através do PSB: “O que parecia piada virou realidade”.

Russos mandam mal

Na Rússia, só 54% da população recebeu ao menos uma dose de vacina contra a covid. O Amapá do senador Randolfe Rodrigues (Rede), Estado mais atrasado do Brasil na vacinação, já imunizou mais de 70%.

Mulheres na política

A Fundação Getúlio Vargas disponibilizou um curso online e gratuito de formação política para mulheres. Inscrições vão até 11 de março com aulas semanais ministradas por especialistas e mulheres com mandato.

Pensando bem...

...até agora, FIFA e UEFA agiram mais que a ONU contra a invasão russa da Ucrânia.