Governo Ibaneis

Francine Marquez

Relações Institucionais, Desenvolvimento Econômico e Cultura
20/11/2018

Governador eleito do DF anuncia mais três integrantes de seu primeiro escalão

Governo Ibaneis

Governador eleito do DF anuncia mais três integrantes de seu primeiro escalão

Relações Institucionais, Desenvolvimento Econômico e Cultura

O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) anunciou no começo da noite desta terça-feira (20), o nome de mais três integrantes de seu primeiro escalão no Governo do Distrito Federal, a partir de 2019. São indicações para o comando das seguintes secretarias:  Secretaria de Cultura, Adão Cândido; Ruy Coutinho para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Vitor Paulo para a Secretaria de Relações Institucionais.   Perfil dos futuros secretários Adão Cândido O futuro secretário de Cultura, Adão Cândido, é sociólogo e filiado ao PPS. Em sua trajetória, no ano de 2014 está a candidatura a vice-governador do DF, com Luiz Pitiman (PSDB). Dois anos depois, em 2016, Cândido foi indicado pelo partido a um cargo de confiança dentro do Ministério da Cultura, na época do ministro Roberto Freire. Ruy Coutinho Para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico a indicação foi do advogado Ruy Coutinho, formado pela Universidade de Brasília (UnB), ele tem especializações pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pela Universidade de Tulane, em Nova Orleans, nos Estados Unidos. Coutinho teve experiência em cargos no Ministério da Indústria e Comércio, além do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). Durante o período de 1992 e 1996, Ruy presidiu o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Vitor Paulo Vitor Paulo vai estar à frente da Secretaria de Relações Institucionais. O jornalista e radialista ultimamente ocupa uma cadeira na Câmara dos Deputados, desde quando Ronaldo Nogueira (PROS) se licenciou para assumir a Secretaria-Geral da Presidência da República. Paulo é coordenador da bancada do Distrito Federal na Câmara. Formado o time Mais cedo, o governador eleito já havia anunciado a indicação do zootecnista Dilson Resende para o comando da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal.
20/11/2018

Seminário trabalha prevenção do suicídio e automutilação em escolas

Saúde emocional

Seminário trabalha prevenção do suicídio e automutilação em escolas

A violência psicológica talvez seja a mais decorrente nas escolas, apesar de muitas vezes ser uma agressão “velada”

Existem diversas formas de violência, mas no ambiente escolar, talvez a violência psicológica seja a a mais decorrente, apesar de muitas vezes ser uma agressão “velada”. Atualmente a  palavra Bullying vem ficando cada vez mais familiar, o que antigamente era tido como “brincadeira de criança”, vem sendo cada vez mais debatido e discutido na sociedade atual. Não é a toa que em maio, o presidente Michel Temer sancionou a Lei de Combate ao Bullying nas escolas. Segundo a lei sancionada por Temer as escolas deverão adotar medidas de conscientização, prevenção e combate a todos os tipos de violência, principalmente a “intimidação sistemática”. Pensando nisso, na importância da saúde mental de nossas crianças e adolescentes, que o Centro Universitário Estácio promove o I Seminário de Prevenção ao Suicídio e Automutilação na Escola. A importância dos cuidados com a saúde mental dos alunos, a orientação de como a família e os professores podem trabalhar a prevenção, além de como entender os motivos e lidar com o fato, serão alguns dos temas abordados no encontro. Além disso, o público externo será orientado de como identificar estudantes em risco e o que não fazer e plano de manejo. O evento é aberto para toda a comunidade. Serviço:   Dia: 21 de novembro Horário: 8h às 12h Vagas: 350 Local: Auditório do Centro Universitário Estácio Taguatinga Inscrição:  01 brinquedo
20/11/2018

Dilson Resende será o secretário de Agricultura do DF no governo de Ibaneis

Primeiro escalão

Dilson Resende será o secretário de Agricultura do DF no governo de Ibaneis

Resende já atuou como secretário-adjunto de Agricultura no Governo Arruda

O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) anunciou nesta terça-feira (20), o zootecnista Dilson Resende de Almeida como futuro secretário de Agricultura do Distrito Federal. Resende participou do governo atual, de Rodrigo Rollemberg, durante dois anos, na subsecretaria de Regularização Fundiária do Distrito Federal. O zootecnista também participou do governo de José Roberto Arruda, quando foi secretário-adjunto de Agricultura. Ele também ocupou o cargo de presidente da Emater. Dilson Resende foi superintendente de Saneamento Rural da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb). Resende foi assessor parlamentar da ex-deputada distrital Eurides Brito. Carioca de nascimento, veio para Brasília com a família ainda criança em 1964.(Com informações Correio Braziliense)
20/11/2018

Sérgio Moro escolhe Maurício Valeixo para o comando da Polícia Federal

Governo Bolsonaro

Sérgio Moro escolhe Maurício Valeixo para o comando da Polícia Federal

Como já era previsto, Maurício Valeixo será o diretor-geral da Polícia Federal

Como já era previsto, o delegado Maurício Valeixo será o novo diretor-geral da Polícia Federal no governo de Jair Bolsonaro, conforme informou nesta terça-feira (20), o futuro ministro da Justiça Sérgio Moro. Ele vai substituir o delegado Rogério Galloro, que ficou no cargo por oito meses. Galloro assumiu o cargo de diretor-geral da PF em março deste ano, no lugar de Fernando Segovia. Valeixo  atualmente é o superintendente da Polícia Federal no Paraná, e trabalhou com Moro durante algumas fases da Operação Lava Jato. Entre elas, o delegado coordenou a operação que culminou na prisão do ex-presidente Lula. “Eu sempre afirmei que seria eu um tolo se não aproveitasse pessoas que trabalharam comigo, especialmente no âmbito da Operação Lava Jato, que essas pessoas já provaram tanto a sua integridade quanto a sua eficiência”, afirmou Moro. Moro ressaltou que o papel do delegado será o combate aos dois maiores problemas do Brasil, “a corrupção e o crime organizado”. E afirmou que “Ele irá fortalecer a Polícia Federal, direcionando as investigações com foco”. Sérgio Moro afirmou que irá convidar Galloro para assumir alguma função dentro do Ministério da Justiça e Segurança Pública.”Conversei com dr. Galloro, agradeci a ele pelos serviços prestados e pretendo convidá-lo a ajudar em alguma função no âmbito do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, ele não sai por demérito”. Perfil do futuro diretor da Polícia Federal Maurício Leite Valeixo nasceu em Mandaguaçu, no Paraná, e formou-se em direito pela universidade PUC-PR. Entrou na Polícia Federal no ano de 1996. Atuou como delegado na divisão de combate ao tráfico internacional de drogas. Chefiou a Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Dicor). Valeixo também foi diretor da diretoria de Inteligência, adido policial em Washington, nos Estados Unidos. Antes de integrar a PF, o delegado atuou na Polícia Civil no combate a organizações criminosas, junto ao Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre).