21/10/2018

PT foi acusado de pagar a ‘mortadelas virtuais’

PT foi acusado de pagar a ‘mortadelas virtuais’

A ação que pretende impedir no tapetão a vitória de Jair Bolsonaro alegando “compra de envio” de mensagens via Whatsapp, pode representar “tiro de bazuca” no pé do PT. É que a ação abre caminho para que o PT seja punido por ação idêntica devido à utilização do aplicativo “O Brasil Feliz de Novo”, que remunera os “mortadelas virtuais” que compartilham o conteúdo petista nas redes sociais.
21/10/2018

Pode isso, Arnaldo?

Pode isso, Arnaldo?

O app Brasil Feliz de Novo paga até R$2 mil/mês para os “militantes” mais ativos. A fórmula é simples: engajamento online vira dinheiro.
21/10/2018

Mortadela virtual

Mortadela virtual

Ganha “pontos” no aplicativo quem compartilhar, curtir ou se engajar de alguma forma conteúdo do PT. Pontos são trocados por dinheiro.
21/10/2018

Vídeo explicativo

Vídeo explicativo

O caso do PT tem até vídeo explicativo de criadores do aplicativo sobre como maximizar o objetivo do usuário: “ganhar dinheiro, né gente?”.
21/10/2018

No mesmo balaio

No mesmo balaio

A legislação eleitoral permite propaganda eleitoral na internet, mas não o “impulsionamento” pago de conteúdo por terceiros. O MP já investiga.
21/10/2018

Bancada de esquerda é a menor desde o ano 2000

Bancada de esquerda é a menor desde o ano 2000

A bancada de esquerda na Câmara dos Deputados – formada pelos partidos PCdoB, PSOL, PT, PDT, PSB, PV e Rede – nunca foi tão pequena deste o início do século. Essa redução coincide com a provável eleição de um governo conservador. PPS e PHS não entram na conta porque, além dos trabalhistas PTB e PTC, são considerados de centro-direita. Até agora, haverá em 2019 apenas 139 deputados de esquerda na Câmara. Mas esse número poderá diminuir ainda mais.
21/10/2018

Queda da ideologia

Queda da ideologia

O declínio já se verificou em 2014, quando foram eleitos 145 deputados federais dos seis partidos de esquerda. Em 2010 foram 180.
21/10/2018

PT escolheu

PT escolheu

O PT é o maior partido da esquerda no Brasil, mas vem diminuindo na Câmara, desde 2010. Elegeu 88 em 2010, 69 em 2014 e 56 em 2018.
21/10/2018

Fator Bolsonaro

Fator Bolsonaro

O PSL de Jair Bolsonaro elegeu apenas um deputado federal em 1998, em 2002, em 2010 e 2014. Só ficou fora em 2006. Este ano elegeu 52.
21/10/2018

Operação casada

Operação casada

Essa suposta compra de envio de mensagens de Whatsapp lembra um antigo truque de procuradores simpáticos ao PT, durante os governos FHC. Eles plantavam “suspeitas de irregularidade” nos jornais e, com base nas respectivas notícias, abriam “procedimentos investigativos”.
21/10/2018

Bilhete azul

Bilhete azul

Com a mão na taça, com 75% das intenções de voto para governador, Ibaneis Rocha (MDB) avisou: não nomeará quaisquer acusados. Isso inclui o ex-deputado Tadeu Filippelli, presidente do seu partido no DF.
21/10/2018

Preto no branco

Preto no branco

A Frente Parlamentar Mista pela Contagem Pública dos Votos está a um passo de ser criada. Segundo Dagoberto Nogueira (PDT-MS), são 221 deputados no grupo que cobra uso do voto impresso nas eleições.
21/10/2018

A campanha que importa

A campanha que importa

Em novembro, após as eleições gerais, as seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil e as subseções vão eleger novos representantes. Depois de presidente, governador e parlamentares, é a que importa.
21/10/2018

Manipulação

Manipulação

A “pesquisa CUT/Vox Populi” cravou Bolsonaro à frente (“53%”) contra “47%” de Haddad quando Paraná pesquisas, Datafolha, Ibope etc apontavam 18 ou 19 pontos de diferença entre os dois. Que vergonha.
21/10/2018

Menos desigual

Menos desigual

O salário médio das mulheres subiu 2,6% entre 2016 e 2017, segundo a Relação Anual de Informações Sociais. O aumento foi maior que o registrado entre os homens, que subiu 1,8% no mesmo período.
21/10/2018

Facebook feliz, gente triste

Facebook feliz, gente triste

O Facebook está “feliz da vida” com o resultado das ações que tomou em relação às eleições no Brasil. Segundo a Bloomberg, o comando da rede social adorou a “Sala de Situação” que monitorou o caso brasileiro
21/10/2018

Caso raro

Caso raro

O ex-ministro e deputado Marcelo Castro (MDB) é um caso raro nas eleições deste ano. Raro defensor da ex-presidente cassada, aquela que Minas mandou para casa, ele se elegeu senador pelo Piauí.
21/10/2018

Pensando bem…

Pensando bem…

…só no País que elegeria presidiário um partido político pode pretender que a Justiça faça o bloqueio do direito fundamental à comunicação.