Cláudio Humberto
Coluna CH / 26 de junho

‘Rachadones’ desgasta Boulos, e ainda não acabou

acessibilidade:
Deputado federal Guilherme Boulos (E), e deputado federal André Janones (D). (Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados).

O desarticulado governo Lula (PT) não percebeu a jogada da oposição alongando o escândalo do “rachadones”, a rachadinha de André Janones (Avante-MG). A oposição percebeu que, designado relator do caso no Conselho de Ética, Guilherme Boulos (Psol-SP) se desgastaria livrando a cara de “rachadones”. As pesquisas mostram a candidatura extremista à prefeitura de São Paulo estagnou, enquanto Ricardo Nunes (MDB) se consolida na liderança e Pablo Marçal (PRTB) morde seus calcanhares.

Tudo outra vez

O desgaste continua: já são 62 (de 51 necessárias) as assinaturas para rever a “passação de pano” de Boulos e cassar o “Rachadones”.

15,1 pontos à frente

O Paraná Pesquisas aponta a eleição em São Paulo definida no 2º turno, mas, se fosse hoje, o atual prefeito teria 49% e Boulos apenas 33,9%.

Extremista imprensado

A estagnação de Boulos coincide com a ascensão meteórica de Pablo Marçal, que já soma 10%, deixando para trás todos os demais nomes.

Eleitor mais influente

Paraná Pesquisas registrado sob nº SP-06695/2024 no TSE mostrou que Tarcísio Gomes de Freitas é mais bem avaliado que Lula em São Paulo.

Ministro Gilmar Mendes, decano do Supremo Tribunal Federal (STF) - Foto: Rosinei Coutinho/STF.

Gilmar acha injustas críticas a seu Fórum de Lisboa

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, considera “injustas” as críticas ao 12º Fórum de Lisboa, levando dezenas de autoridades a se deslocarem àquele País para discutir problemas... do Brasil. Muitos se fazem acompanhar de comitivas de assessores e seguranças, todos bancados com dinheiro público. O ministro prefere destacar a qualidade dos temas e participantes do evento, cuja 12ª edição será realizada entre esta quarta-feira (26) e a próxima sexta (28).

Material para estudo

Gilmar mostra as impactantes 1.200 páginas contendo a transcrição de todas as intervenções dos debatedores no 11º Fórum, de 2013.

Mais fácil em Lisboa

Em defesa do Fórum na Europa, Gilmar argumenta que “há muitos convidados estrangeiros”, o que facilita a organização do evento.

Gasto com proveito

Sobre as despesas com a participação de autoridades brasileiras, ele é enfático: “a questão não é saber se houve gasto e sim se há proveito.”

Poder sem Pudor

Militar bate continência

Na campanha presidencial de 1950, o ex-ditador Getúlio Vargas acabaria eleito. O País estava intranquilo e prosperavam os boatos sobre a insatisfação dos militares com o seu retorno ao poder. Filha de assessora de Getúlio, Alzirinha Vargas estava preocupada e quis saber sobre o futuro de tudo aquilo: “Papai, o que farão as Forças Armadas?” Ele respondeu, seguro e tranquilo: “Farão continência, minha filha, farão continência...”. Não deu outra.

Efeito inverso

O governo Lula pressionou deputados da Comissão de Segurança, até seu presidente, Alberto Fraga (PL-DF), para barrar projeto que aumenta pena de crimes contra segurança privada. A comissão ignorou e aprovou.

Pede pra sair, mané

Secretário-Geral da Presidência, Márcio Macedo não é recebido por Lula desde antes da bronca pública que tomou no ato de 1º de Maio, em São Paulo. Lula tentou responsabilizá-lo por fiasco que era todo dele. Apesar das humilhações, Macedo não tem a dignidade de pedir demissão.

Lacron terceirô

O 1º turno da eleição na França será no domingo (7). A coalização de direita continua a liderar as pesquisas e o partido do atual presidente Emmanuel Macron, que convocou a eleição antecipada, é o 3º colocado.

Apoio rápido

Acumulou mais de 113 mil libras em apenas duas horas a “vaquinha” virtual lançada pelo Wikileaks para pagar a multa imposta a Julian Assange pelos EUA de 520 mil libras (US$550 mil).

Frase do dia

“Nós não somos juízes eleitos pelo povo”

Ministro Luiz Fux na mais importante declaração de ministro do STF dos últimos tempos

Fumaça no Alvorada

A senadora Damares Alves (Rep-DF) não se surpreendeu com o silêncio de Lula sobre o Pantanal e o Cerrado em chamas, logo ele, que sempre tinha uma lacração loroteira para os incêndios da Amazônia.

Autofagia sinistra

Enquanto o fogo devasta o Pantanal e o Cerrado, servidores federais ambientais fazem greve, em demonstração comovente de “patriotismo” e “compromisso” coma causa. Eles fazem greve em 21 estados.

Sem cabimento

Descriminalização da posse de drogas repercutiu na oposição, que protestou contra a decisão do STF. O deputado Zé Trovão (PL-SC), considera esta a decisão “mais descabida” da Suprema Corte.

DF ajuda

Militares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal embarcaram na madrugada desta quarta-feira (26) para ajudarem no combate ao incêndio que destrói o Pantanal. O efetivo contará com 30 militares.

Pensando bem...

...nem beatas da fita larga são tão comprometidas com São João quanto políticos em busca de folga.