Cláudio Humberto
Coluna CH/24 de setembro

PNI completa 250 dias com 229 milhões de doses

acessibilidade:
profissional da saúde ao fundo com mão segurando seringa em primeiro plano
Vacina contra Covid-19. Foto: Walterson Rosa / Ministério da Saúde

A campanha do Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, completa 250 dias nesta sexta-feira (24) e segue em ritmo acelerado com 229 milhões de doses aplicadas desde 17 de janeiro. As doses foram suficientes para aplicar uma dose de vacina contra covid em 70% dos brasileiros e imunizar totalmente 40%. Em números absolutos, o Brasil vacinou 150 milhões de pessoas com ao menos uma dose, e administrou segunda dose ou dose única de imunizantes em 85 milhões.

Números grandiosos

É como se o Brasil tivesse aplicado 915 mil doses por dia desde o início da campanha. Atualmente, a média diária gira em torno de 1,5 milhão.

Expertise nacional

O Brasil já ultrapassou os americanos e europeus na proporção da população vacinada e deve passar os britânicos neste fim de semana.

Erros não cometidos

O sucesso da vacinação e não suspensão de medidas de distanciamento derrubaram a média de mortes ao menor nível em quase um ano.

Exemplo mundial

O PNI aplicou quase 35 milhões de doses só em setembro, o que faz do Brasil o 3º país que mais vacina no mundo, atrás só de Índia e China.

profissional da saúde ao fundo com mão segurando seringa em primeiro plano
Empresas entraram na lista negra da entidade em razão de 'deficiências detectadas no sistema oficial de controle brasileiro' (Foto: JF Diório/Estadão Conteúdo)

Expansão da JBS enfrenta reações na Austrália

A expansão da JBS produz desconfianças mundo afora. Agora, o órgão encarregado de zelar pela concorrência na Austrália, investiga a tentativa da empresa brasileira de adquirir o frigorífico local Rivalea, gigante do mercado mundial de carne suína. A suspeita da ACCC, sigla da Comissão Australiana de Concorrência e consumidores, é que a pretendida aquisição sufocaria os demais concorrentes naquele país.

Não é caso único

O caso foi objeto da edição australiana do Guardian, que destacou o fato de que a aquisição da Rivalea não é o único em que a JBS se envolveu.

Privilégio legal

Em outro litígio, a JBS é alvo da Australian Taxation Office, que apura suposto uso de privilégio legal para evitar a divulgação de documentos.

Proteção ao consumidor

Para a ACCC, a JBS controlar três dos quatro abatedores do sul do país significa potencial aumento de preços para quem importa: o consumidor.

Poder sem Pudor

Imune a vigarices

A mais manhosa de todas as raposas políticas mineira, José Maria Alkmin (PSD) certa vez foi procurado por eleitor: “Sabe, deputado, minha mulher acaba de dar à luz e eu não tenho um tostão para pagar o médico nem para comprar umas roupinhas. Aí, eu pensei em procurar o senhor e...” O político percebeu que estava prestes a ser vítima de uma “facada” e cortou: “Meu filho, se você teve nove meses para se preparar e agora está desprevenido, imagine eu, que fiquei sabendo agora...”

Afano foi grande

Da fortuna federal transferida aos governos estaduais na pandemia, R$4,2 bilhões estão sob suspeita de irregularidades. O ministro Wagner Rosário (CGU) estima que R$250 milhões podem ter sido afanados.

Leite favorito

Importante consultoria internacional de risco político, a Eurasia aposta na vitória do governador gaúcho Eduardo Leite nas prévias do PSDB, de 21 de novembro, para escolher o candidato do PSDB a presidente em 2022.

Só falta enterrar

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, não enterrou o novo Código Eleitoral. Ainda. Mas avisou que “está sendo indicada” entre os líderes partidários a impossibilidade de a Casa analisar o tema a tempo.

Esfarrapado

O ex-presidente Michel Temer afirmou que o “nosso presidencialismo está esfarrapado”. Segundo ele, a Constituição é jovem e já tivemos dois impeachments, além de inúmeros pedidos que causam traumas ao país.

Redução de preços

A redução para 7% do ICMS de dezenas de itens da cesta básica, decidida pelo governador Ibaneis Rocha, irá beneficiar cerca de 97 mil empresas do DF, segundo André Clemente, secretário de Economia.

Prioridades

Senadores devem estar mais preocupados em aparecer brigando na CPI do que aprovar projetos importantes: a sessão que avaliará endurecer regras para cargos em comissão foi adiada... por falta de quórum.

Brasil nas redes

Para o bem e para o mal, o Brasil é o 3º no mundo no ranking de tempo gasto nas redes sociais, criado pela Cupomválido com dados da We Are Social e Hootsuite. São 3h42m por dia, atrás só das Filipinas e Colômbia.

Alta a caminho

O brasileiro deve se preparar para novo aumento inevitável do cafezinho, preferência nacional. Segundo o último levantamento da Conab, a área plantada caiu 4,4% e a safra deve ser 25,7% menor que o ano passado.

Pensando bem...

...em dia de silêncio no depoimento, a CPI acabou revelando algumas verdades.

Vídeos Relacionados