Cláudio Humberto

Grau da preocupação

acessibilidade:

Mais mulheres estão “muito preocupadas” que homens: 68,8% a 66,4%. Despreocupados são 5,1% de homens e 4% de mulheres.