Cláudio Humberto

Governo vê complô na pressão contra Pazuello

acessibilidade:

O Palácio do Planalto está convencido de que a pressão para punir o general Eduardo Pazuello, por ter aparecido em manifestação popular de apoio a Jair Bolsonaro, no Rio, objetivava abrir caminho para enquadrar o presidente da República no crime de campanha eleitoral antecipada, acusando-o de “crime de responsabilidade” passível de impeachment. O governo trata o caso como uma conspiração para derrubar o presidente.