Cláudio Humberto
Coluna CH/25 de agosto

Doria irrita Tasso ao propalar sua ‘desistência’

acessibilidade:
Governador paulista divulgou informação mesmo sabendo que se tratava de fake news já desmentida pelo senador cearense. Foto: Divulgação

O ansioso governador de São Paulo, João Doria (PSDB), conseguiu irritar mais um tucano, em seu projeto presidencial para 2022. E não foi qualquer tucano. Mesmo informado de que o senador Tasso Jereissati (CE) havia desmentido sua suposta “desistência” de disputar as prévias do PSDB para a escolha do candidato do partido, Doria aproveitou uma entrevista para divulgar uma decisão que na verdade não havia.

Ansiedade que prejudica

A afobação de Doria irritou o veterano senador cearense, um dos fundadores do PSDB e respeitada liderança nacional do partido.

Informação de cocheira

Coube ao ex-senador Aloysio Nunes informar o governador que Tasso desmentira a desistência. Ainda assim, Doria a divulgou.

‘Porta voz’ desautorizado

Jereissati se viu obrigado e reiterar o desmentido e desautorizar o governador de São Paulo como seu “porta voz”.

Na primeira pessoa

Ao desautorizar Doria, o senador avisou que “no dia em que eu tiver, se tiver de fazer algum anúncio, eu mesmo farei.”

Campanha de vacinação já superou 90% do público-alvo. Foto: Breno Esaki/Agência Saúde

Brasil já tem mais de 130 milhões de vacinados

Para o terror do coronavírus e dos coronalovers, a imunização no Brasil segue a passos largos, batendo marcas importantes e se refletindo nos números da pandemia no nosso país. Temos hoje mais de 130 milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose ou dose única, o equivalente a 61,8% de toda a população, segundo o vacinabrasil.org. Consequência direta é a queda nas mortes para o menor patamar desde 6 de janeiro.

Ladeira abaixo

Segundo o painel de monitoramento do Conass, as mortes por covid no Brasil vêm caindo há 10 semanas consecutivas, graças à vacinação.

Agosto é o melhor

Agosto ainda não acabou, mas já são 40 milhões de doses aplicadas e, nesse ritmo, deve ser o primeiro mês a superar a marca das 50 milhões.

Sem freio

Depois de ultrapassar os EUA no percentual da população vacinada, o Brasil deve ultrapassar também a União Europeia até o fim da semana.

Poder sem Pudor

Nem com mágica

Nos anos 1940, o mágico Petrovsky chegou a Araxá (MG) para um show e foi logo pedir patrocínio ao prefeito José Adolfo de Aguiar, conhecido pão duro. O prefeito chamou o tesoureiro e mandou abrir o cofre na frente do mágico: “Pode se servir à vontade.” O homem ficou intrigado: “Mas o cofre está vazio, prefeito... O prefeito o desafiou: “Uai, o senhor não é mágico? Faça aparecer o dinheiro, ora essa!” O mágico foi embora sem fazer o show.

STF sinaliza bem

As decisões dos ministros Dias Toffoli e Alexandre de Moraes, do STF, arquivando iniciativas contra Augusto Aras, deram “moral” ao procurador geral, na sabatina desta terça (24), e mostraram que não há, na corte, aquele “sangue nos olhos” contra processos de interesse do governo.

Volta ao batente

A ministra Cristina Peduzzi, presidente Tribunal Superior do Trabalho, e o corregedor geral da Justiça do Trabalho assinaram ato conjunto determinando uma fase intermediária de retomada do regime presencial.

Gol de placa

O presidente da Câmara, Arthur Lira, marcou gol de bicicleta, em evento da XP, quando desmentiu todas as fantasias e “apreensões” do chamado “mercado” e fez um apelo para que essa gente especule menos.

Tempos estranhos

Coincidência ou não, ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal Eros Grau lança nesta quinta (26) seu mais novo livro. Em tempos de birra entre Poderes, o título é sugestivo: “Porque tenho medo de juízes”.

Frase do dia

Este procurador não é procurador da oposição, não

Augusto Aras, que foi aprovado de goleada (21x6 votos) na CCJ do Senado

Vencendo a covid

O Plano Nacional de Imunização (PNI) superou a marca de 130 milhões de pessoas vacinadas, o que equivale a 81,2% dos adultos. Em média, foram cerca de 590 mil vacinados por dia nos sete meses de campanha.

Pontos de vista

A CPI mostrou um vídeo do presidente criticando a pressa e pressão de Doria para comprar a Coronavac e dizendo que o governo compraria todas as vacinas aprovadas pela Anvisa. Oposição focou nas críticas à pressa e aliados na confirmação de comprar qualquer vacina aprovada.

Ditadura sem vergonha

A pretexto de “regulamentar” a internet, a ditadura cubana criminalizou posts que critiquem o governo e até os que sugiram mudanças no país. Publicou, vai preso. Crimes como pedofilia não são nem citados.

Maluquice custou caro

Completam-se 60 anos, neste dia 25 de agosto, da renúncia do então presidente Jânio Quadros, tresloucado gesto que meteu o Brasil na confusão da qual não conseguimos sair direito até hoje.

Pensando bem…

…em terra de CPI, quem tem denúncia é rei.