Cláudio Humberto
Coluna CH/20 de novembro

Distribuidoras alertam para risco de apagão do gás

acessibilidade:
O acordo prevê, também, o aprofundamento dos debates sobre o Novo Mercado de Gás Foto: Reprodução

As distribuidoras de gás enviaram documento ao Ministério das Minas e Energia advertindo para o risco de desabastecimento de gás já a partir de 1º janeiro de 2022. A carta da Abegás, que representa empresas distribuidoras de gás natural, informou haver realizado chamadas públicas para contratar o fornecimento de gás, mas a Petrobras, única que pode atender a demanda, informou que os valores sofreriam reajuste de 200%. Isso pode provocar um apagão do gás no Brasil.

Sem contrato, sem gás

Cerca de 70% dos contratos para distribuição de gás natural vencerão em 31 de dezembro, o que pode deixar o mercado sem o produto.

Primeira necessidade

O gás natural é usado na substituição de combustíveis para veículos e também para aquecer ambientes e água, por exemplo.

Contagem regressiva

Restam 50 dias para resolver o impasse, mas o desânimo é crescente, em razão da “independência” da Petrobras em relação ao governo.

Monopólio faz mal

Os distribuidores advertem que a Petrobras pretende “preços incompatíveis com a realidade do setor”.

FA PEC 110/2019 prevê a criação de um modelo dual de tributação, com dois impostos de valor agregado (IVA) Foto: Roque de Sá / Agência Senado

Emendas ao Orçamento somam R$112,4 bilhões

Os 594 parlamentares (513 deputados e 81 senadores) apresentaram um total de 6.690 emendas, entre individuais e de bancada, envolvendo gastos de R$ 112,4 bilhões do Orçamento da União. Segundo relatório conjunto do Congresso, 6.689 emendas são “de remanejamento ou de apropriação”, com execução obrigatória e nada secreto. Quase metade do valor é para os ministérios da Saúde, Cidadania e Desenvolvimento.

Principais destinos

A Saúde ganhou 2.569 emendas, R$23,3 bilhões. Cidadania, R$14,7 bilhões de 660 emendas e Desenvolvimento Regional, R$ 12,3 bilhões.

De barriga cheia

Apesar da grita do setor, a Cultura receberá R$2,3 bilhões, mais que Desporto e Lazer e três vezes mais que Habitação, por exemplo.

Transparência máxima

O “orçamento secreto” citado pela oposição e ativistas são os detalhes das emendas, que chegam até ao trecho do rio onde será a ponte.

Poder sem Pudor

Senador não é lastro

O senador Marco Maciel sobrevoava o interior do Rio Grande do Sul, em meados de 1989, quando o pequeno avião Piper começou a ser sacudido por fortes rajadas de vento. Preocupado, o piloto fez um pouso em Júlio de Castilhos, longe do destino, o município de Cruz Alta. Maciel se fez de mouco, mas contou depois a amigos, achando muita graça, ao ouvir o piloto murmurar, olhando para seu porte de fiapo: “Faltou lastro...”

Desaforo devolvido

Bolsonaro não levou desaforo para casa: no aeroporto de Lisboa, um sujeito falando francês disse para ele “parar de incendiar a Amazônia”. Ele reagiu com palavras que não repetiu em sua live, ao contar o caso.

Assédio por selfies

O embaixador Pedro Brêtas, que representa o Brasil na Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), ficou impressionado com o assédio de brasileiros a Jair Bolsonaro, em busca de selfies, enquanto ele circulou no aeroporto de Lisboa, à espera de reabastecer seu avião.

Votos inutilizados

Após nova investida dos derrotados na Câmara, o deputado José Medeiros disse que “agora é regra” perder no plenário e tentar usar o Supremo Tribunal Federal para impor a posição da minoria.

Já sabia?

O Pará foi responsável por 5.257 km² desmatados em 2021, segundo o Inpe. O governador Helder Barbalho é aquele que foi à Escócia mostrar a sua “estratégia” de desenvolvimento para “manter a floresta de pé”.

Frase do dia

Tem maluco em todo lugar

Jair Bolsonaro sobre aplausos de vinte (em 600) deputados do Parlamento Europeu

Palco para oposição

A PEC dos Precatórios nem anda no Senado, mas senadores do PT e PSDB já emplacaram a ex-ministra de Dilma Tereza Campello, filiada do PT há 40 anos, para “discutir” a matéria na próxima semana.

À disposição

O Distrito Federal é a unidade da federação com a maior quantidade proporcional de vacinas contra a Covid-10 à disposição da população: há doses suficientes para vacinar 91% dos habitantes da Capital.

Balanço mundial

Desde a última sexta-feira (19), mais de 52,6% da população mundial já recebeu ao menos uma dose de imunizante contra a Covid-19. São cerca de 7,63 bilhões de doses; 28,8 milhões aplicadas todos os dias.

Ouro no tanque

Pesquisa TicketLog envolvendo 21 mil postos revela que o preço médio da gasolina teve o 7º aumento consecutivo nas primeiras semanas de novembro, vendido a R$6,914. Alta acumulada desde abril é de 21%.

Pensando bem...

...tem gente defendendo restrições do Brasil a quem vem da Europa, uns por causa da covid, outros porque manteria certos políticos longe.