Cláudio Humberto

Burocracia mata

acessibilidade:

Considerando-se a média de óbitos por covid a cada hora, 702 pessoas podem ter morrido no Brasil enquanto por nove horas os burocratas da Anvisa exibiam arrogância para autorizar, com evidente má vontade, a russa Sputinik V, utilizada em 64 países, e a indiana Covaxin, em vinte.