Cláudio Humberto
Coluna CH / 25 de maio

Biden ‘melhora’ doação constrangedora ao RS e o governo brasileiro aceita

acessibilidade:
Toda ajuda é sempre bem-vinda, mesmo as mais modestas, mas o trocado de Biden constitui verdadeiro insulto ao sofrimento dos gaúchos. (Foto: Ricardo Stuckert/PR.)

Caiu no anedotário da diplomacia o “Diálogo de Alto Nível Brasil-EUA” e de baixíssima produtividade, em Washington, que marcou os 200 anos das relações entre os dois países. O ridículo ficou por conta do anúncio de que o governo Joe Biden, que mandou 440 bilhões de dólares para turbinar a guerra da Ucrânia, “melhorou” a doação dos EUA às vítimas da tragédia no Rio Grande do Sul: saiu de 100 mil para 1 milhão de dólares, R$5,2 milhões. O governo brasileiro não teve a dignidade de recusar.

Insulto a tanta dor

Toda ajuda é sempre bem-vinda, mesmo as mais modestas, mas o trocado de Biden constitui verdadeiro insulto ao sofrimento dos gaúchos.

Bündchen mandou bem

Somente a modelo Gisele Bündchen, que vive nos EUA, fez um pix de R$6 milhões para ajudar a minorar o sofrimento dos conterrâneos.

Show de solidariedade

A admirada especialista em finanças Renata Barreto mobilizou doações de US$3,5 milhões e diversos itens, como 1.000 toneladas de alimentos.

Posição humilhante

Representado “Diálogo de Alto Nível” pelas embaixadoras Maria Laura Rocha e Maria Luiza Viotti, o Brasil apenas estendeu a mão em súplica.

Michelle Bolsonaro e Jair Bolsonaro (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Bolsonaro lidera e Tebet ‘desaparece’ para 2026

Terceira colocada na eleição presidencial de 2022 e atual ministra de Lula, Simone Tebet (Planejamento) aparece só no cenário espontâneo (e com raquíticos 0,2% das intenções de voto) do levantamento nacional do Paraná Pesquisas sobre a sucessão presidencial em 2026. O petista já aparece 2,8 pontos percentuais atrás do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na principal simulação da pesquisa, enquanto a ex-candidata a presidente pelo MDB mostra que já não tem votos para qualquer disputa.

Derreteu

Tebet teve 4,16% em 2022, 4,9 milhões de votos. Na pesquisa desta semana, ela perde para Ronaldo Caiado (União) e Ciro Gomes (PDT).

Comparativo 1

O governador Eduardo Leite (PSDB-RS), que ensaiou sem sucesso sua candidatura a presidente em 2022, quase dobrou: soma 3,8%.

Comparativo 2

Eterno candidato a presidente, Ciro Gomes teve 3% dos votos em 2022, mas, talvez pelo destaque nas redes sociais, agora oscila de 8% a 15%.

Poder sem Pudor

O delegado professor

O jovem Tancredo Neves assumiu o cargo de promotor em São João Del Rey. Foi chegando e arranjando uma namorada. Mal sabia que o delegado havia proibido namoro nas praças, por isso ele se misturou aos muitos casais que ocupavam um dos jardins públicos da cidade. A polícia chegou de repente e expulsou todo mundo. Tancredo já ia protestar quando o delegado o percebeu. Rápido, o policial mostrou que tinha muito a ensinar a ele: “Doutor, botei esse pessoal para fora para deixar o senhor à vontade...” Ah, bom.

Biroliro deixou saudades?

Desde agosto de 2023, aponta o Paraná Pesquisas, Lula (PT) perdeu mais de seis pontos (48% a 41,7%%) em simulações de disputa de segundo turno contra Bolsonaro, que passou de 38,5% para 42%.

Cenário eventual

O Paraná Pesquisas aponta a senadora Tereza Cristina (PP-MS) à frente do governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB), em evidência após as enchentes no Sul, em eventual disputa pela Presidência, em 2026.

CPI contra canalhice

O deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ) recolheu 236 assinaturas para criar a CPI dos Planos de Saúde, que cancelam unilateralmente os contratos. Eram necessárias 171 assinaturas, mas Ribeiro quer mais.

Viúvas de 2022

Mais de sessenta universidades federais estão em greve, algumas há quase dois meses, e a cada assembleia a irritação com o governo Lula cresce. Muito curioso para um público que majoritariamente fez o L.

Frase do dia

“O amigo do amigo dos corruptos!”

Marcel van Hattem (Novo-RS) sobre Marcelo Odebrecht, réu confesso, não ser mais punido

Solução voluntária

O senador Sérgio Moro (União-PR) rebateu a alegação de que o projeto que permite castração química a criminosos sexuais é inconstitucional. “É voluntário e uma experiência bem-sucedida em países como EUA e Alemanha. A ideia é evitar a reincidência em crimes sexuais”, disse.

Melhores do Brasil

São Paulo é a cidade brasileira mais bem posicionada (294ª) no ranking da Oxford Economics que lista as melhores cidades do mundo. Brasília é a segunda brasileira mais bem posicionada, 309ª.

Baita surpresa

“Surpreendeu” o deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS) “o advogado do PT, que por indicação de Lula chegou a ser ministro do STF e agora absolve da condição de réu confesso o corrupto Marcelo Odebrecht”.

Coisa de país rico

Virou escândalo o anúncio do governo Biden de que tropas dos EUA vão deixar o Níger, após seis anos. Ficará para trás uma base militar onde o Exército americano torrou US$100 milhões, meio bilhão de reais.

Pensando bem...

...não parece, mas faltam poucas semanas para o ano acabar no Congresso.

Reportar Erro