Terror preventivo

Vale aterrorizou Barra de Cocais ‘preventivamente’ durante a madrugada

Empresa esperou a madrugada para tocar sirene do terror

Vale aterrorizou Barra de Cocais ‘preventivamente’ durante a madrugada

Sem estabilidade em Gongo Soco, Vale esperou madrugada para tocar sirene do terror

A Vale parece determinada a atormentar a vida dos mineiros. A própria empresa divulgou nota, na manhã desta sexta (8), informando que foi “preventiva” a decisão de disparar o alarme e fazer evacuação de cerca de 500 pessoas nas proximidades da barragem da mina Gongo Soco, em Barra de Cocais (MG). Mas não explicou por que promoveu isso durante a madrugada, quando todos dormiam, provocando pânico. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Vale informou que a evacuação foi decidida após a empresa de consultoria Walm negar uma declaração de estabilidade da barragem.

Permanece sem explicação a madrugada de terror, em vez de realizar a evacuação das pessoas com calma, ainda durante a quinta-feira (7).

A nota sobre evacuar a área “preventivamente” foi divulgada às 9h06 de sexta, seis horas depois de realizada, pelas 3h da madrugada.

Sabendo da falta da estabilidade em Brumadinho, a mesma Vale foi incapaz de acionar o alarme e retirar as 350 pessoas que morreram.

Redação
Redação
| Atualizado