Polícia política

Vai à Justiça o 'monitoramento' da oposição pela polícia, no Maranhão

Será denunciada ordem de vigiar adversários de Flávio Dino

acessibilidade:

Opositores ao governo de Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa do Maranhão decidiram denunciar à Justiça Eleitoral a ordem do Secretário estadual de Segurança Pública às unidades da Polícia Militar para listar e monitorar os políticos que fazem oposição em cada município e ao governo estadual.

A ordem do secretário é para que PM identifique aqueles políticos que possam “causar embaraços no pleito eleitoral” e ainda manda transferir policiais envolvidos com política.

A ordem da Segurança Pública foi emitida pelo Comando de Policiamento do Interior (CPI) aos Batalhões da Polícia Militar.

O governador Flávio Dino continua se fingindo de morto, mas o comandante geral da PM do Maranhão, Jorge Luongo, informou por meio de nota que o documento que prova a ordem de mionitoramento meio de nota. “A Polícia Militar do Maranhão vem a público esclarecer “é um equívoco grave e sem precedentes, não autorizado pelo Comando da Instituição Policial Militar, que na sua gênese procurava tão somente catalogar dados informativos e estatísticos que subsidiassem um banco de dados para a elaboração do planejamento do policiamento das eleições 2018”. Ele garante que tornou “sem efeito”, mas não menciona punição aos responsáveis.

Reportar Erro