Mais Lidas

Papa em Fatima

Último milagre para canonizar pastorinhos de Fátima foi em menino brasileiro

Lucas se recuperou da queda de 6,5m após orações a pastorinhos

acessibilidade:

O último milagre para a canonização dos pastorinhos de Fátima, foi o atribuído ao salvamento de um menino brasileiro de cinco anos em Juranda-PR. Os pais do menino, atualmente com nove anos, João Batista e Lucila Yurie, estão em Portugal, na cidade de Fátima, para a cerimônia de canonização das crianças, que ocorre amanhã. Eles contaram que o milagre aconteceu em março de 2013, quando orações livraram o garoto de graves sequelas após um acidente.

Durante a tarde desta quinta-feira (11), os pais de Lucas contaram, em Fátima, o a história que sustentará a canonização dos pastorinhos. De acordo com o relato, às 20h da noite do dia 3 de março de 2013, o menino brincava com a irmã, Eduarda, quando caiu pela janela, de uma altura de 6,50 metros. A queda fez com que sua cabeça batesse no chão, causando um traumatismo craniano muito grave e perda de tecido cerebral. Lucas foi primeiramente assistido em Juranda, cidade onde mora com os pais, porém a gravidade do ferimento fez com que fosse transferido para o hospital de Campo Mourão, Paraná. “O percurso demorou quase uma hora. Chegou em coma muito grave. Teve duas paradas cardíacas e foi operado de urgência. Os médicos diziam que tinha poucas probabilidades de sobreviver”, explicou o pai. Com a piora do quadro de Lucas, a família começou a rezar à Jesus e à Nossa Senhora de Fátima, a quem são devotos.

Os pastorinhosApós um pedido não atendido de orações ao Carmelo de Campo Mourão e três dias de piora, os médicos chegaram a cogitar outra transferência para melhorar tratamento do menino, porém, mais uma vez, os riscos eram grandes demais. Desesperados, os pais voltaram a ligar no Carmelo onde uma irmã transmitiu o recado à comunidade e recorreu às relíquias dos Beatos Francisco e Jacinta, que estavam junto do Sacrário e pediu “Pastorinhos, salvem este menino, que é uma criança como vocês”.

Enquanto a irmã convencia toda a comunidade a rezar pela melhora de Lucas, a família do menino também rezava e pedia pela recuperação. “Dois dias depois, no dia 9 de março, o Lucas acordou bem, e começou a falar, perguntando pela sua irmãzinha. No dia 11 saiu da UTI e dia 15 teve alta”.

A história contada em Fátima é a mesma que chegou ao conhecimento da irmã Ângela Coelho, postuladora da causa da canonização, que se comove com o fato de ser uma criança, salva por duas crianças, que tem uma irmã. E ainda tem o envolvimento das carmelitas. O detalhe, no entanto, fica por conta da data de casamento dos pais de Lucas, dia 20 de fevereiro de 2004, dia em que se comemora a festa dos pastorinhos Jacinta e Francisco Marto.

“O Lucas está completamente bem, sem nenhum sintoma ou sequela. O que o Lucas era antes do acidente ele o é agora: sua inteligência, seu caráter, é tudo igual; Os médicos, incluindo alguns não crentes, disseram não ter explicação para esta recuperação”, afirmaram os pais.

Quem são os pastorinhos

Lúcia dos Santos e seus primos, Francisco e Jacinta Marto, são as crianças portuguesas que testemunharam as três aparições do “Anjo da Paz”, também conhecido como “Anjo de Portugal”, no ano de 1916. No ano seguinte, entre os dias 13 de maio e 13 de outubro, as mesmas crianças teriam presenciado outras seis aparições de Nossa Senhora.  A história só foi revelada em 1937, por Lúcia, em Memórias da Irmã Lúcia I, que em 1941 ganhou a continuação Memórias da Irmã Lúcia II, onde foram publicadas as Orações do Anjo, ensinadas pelo Anjo da Paz.