É como um atacante perder um pênalti

Técnico da Rússia defende goleiro do 1º frango da Copa do Mundo

Fábio Capello não deu mostras de que vai substituir o goleiro Akinfeev

acessibilidade:

O técnico Fabio Capello manifestou apoio ao seu goleiro na Copa do Mundo, Igor Akinfeev, que falhou feio no gol sofrido pela Rússia no empate por 1 a 1 com a Coreia do Sul, na terça-feira à noite. O treinador italiano não sinalizou que vá substituir o jogador para as próximas partidas no Grupo H, contra Bélgica, no domingo, e Argélia, no dia 26.

“Assim como jogadores que perdem pênaltis, também pode acontecer de um goleiro falhar. Você pode aceitar um erro de um grande goleiro como Akinfeev. Acabou tudo bem por nós termos conseguido tirar a diferença. Fiquei feliz por ele”, afirmou técnico após a partida disputada na Arena Pantanal, em Cuiabá.

No Mundial de 2010, quando Capello treinava a Inglaterra, o goleiro Robert Green falhou na estreia de sua seleção contra os Estados Unidos – empate por 1 a 1 -, e o italiano o substituiu por David James para o restante da competição.

Akinfeev mostrou gratidão pelo apoio recebido na seleção russa. “Foi um erro infantil, eu assumo a responsabilidade. Talvez eu não estivesse seguro de mim mesmo. Os rapazes ficaram ao meu lado e eu os agradeci. O goleiro da equipe nacional não deveria tomar um gol desse”, admitiu o russo. Apesar da tristeza de seu jogador, Capello saiu satisfeito da estreia.

“Os atletas reagiram maravilhosamente bem depois do gol sofrido. Estávamos muito nervosos no começo, eles não estavam agindo naturalmente, mas o gol da Coreia do Sul nos acordou. Foi um grande presente de aniversário, isso mostra do que eles são capazes”, afirmou o treinador, que nesta quarta-feira completa 68 anos de idade. AE

Reportar Erro