Mais Lidas

Explosão no Ministério

Superaquecimento de cabos causou explosão e fumaça

50 pessoas precisaram de atendimento médico após o incêndio

acessibilidade:

A Companhia Energética de Brasília (CEB) declarou nesta sexta-feira (25) que o incêndio no Ministério das Comunicações foi ocasionado por uma falha em um cabo que interliga a estação transformadora à estação elétrica do prédio. Segundo o diretor de Operações da CEB, Manoel Clementino, um superaquecimento foi o diganóstico do problema. ?É feito um diagnostico e quando os equipamentos indicam algum tipo de desgaste ou falha a gente substituí?, disse.

Ele afirmou ainda que esses cabos são muito antigos, mas a troca do equipamento precisa respeitar uma lógica de uma racionalidade econômica e, por isso, ainda não tinha sido substituído ? já que ainda estavam em bom funcionamento. Clementino garante que o órgão investiu R$ 10 milhões em reformas das subestações de ministérios. “Nossa meta é retirar por definitivo essas subestações do interior dos ministérios?, disse. ?Como essa ação será resolvida a longo prazo, por depender de uma articulação dos governos Federal e do Distrito Federal, resolvemos realizar as reformas imediatamente?, completou.

O incêndio no Ministério das Comunicações começou às 17h de ontem (24) e fez com que cerca de 50 pessoas passassem mal por conta da fumaça, destas, 20 precisaram ser hospitalizadas. O prédio foi interditado e os servidores dispensados até a próxima terça-feira (29) para que a CEB conserte o transformador.