Mais Lidas

Trapalhada em Fukushima

Subsolo de prédio é inundado com água radioativa no Japão

Bombas que não deviam estar funcionando mandam água para lugar errado

acessibilidade:

Cerca de 200 toneladas de água altamente contaminada foram mandados erroneamente para o subterrâneo de um edifício da central nuclear de Fukushima, no Japão. De acordo com a Tepco, administradora do local, quatro bombas, que não deveriam estar funcionando, bombearam a água radioativa, mas é improvável que haja vazamento externo. Desde quinta-feira, o nível de contaminação de água de alta em um dos tanques começou a cair, iniciando uma inspeção.

Domingo à tarde foi identificado o mau funcionamento das bombas, arranjadas em junho de 2011 para gerir os casos de emergência, assim como o acúmulo de água em locais errados. Na central de Fukushima, devastada em 2011 após o terremoto e o tsunami que atingiram a região, a água para o resfriamento de três reatores danificados, é tratada para a redução dos níveis de radiação. Uma parte é reciclada como refrigerante e a outra e estocada nos tanques. Ansa