Mais Lidas

Pelegada corrupta

Sindicalistas pagaram cachê de R$ 50 em ato pró-Dilma

No Rio, sindicalistas deram dinheiro a quem foi a manifestação

acessibilidade:

Manifestantes que participaram no Rio de Janeiro de ato organizado por sindicalistas ligados ao PT foram remuneradas com R$ 50. O ato foi promovido "em defesa da Petrobras", mas na verdade o objetivo foi demonstrar "apoio a presidente Dilma Rousseff".

Ao menos um homem ligado ao Sindipetro NF (Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense) foi flagrado em vídeo distribuindo notas de R$ 50, sem a preocupação de ser visto. Outro, mais discreto, entregava o dinheiro e pedia que as pessoas amassassem as notas para impoedir que fossem vistas.

Um homem de 18 anos, Matheus Silva, um desempregado que também protestava "contra a corrupção", contou haver recebido R$ 50 para participar da manifestação. Também desempregada, Luciana e seu marido, Marco Aurélio, afirmaram ter recebido R$ 80 do sindicato para participar do ato no Rio. Luciana achava que o ato era em razão dos royalties "que estão querendo tirar do Estado do Rio”.

Reportar Erro