Mais Lidas

Vão fazer coletiva

Senadores do PT e ex-petistas propõem eleições como 'saída para crise'

Paulo Paim, do PT, também está entre os senadores

acessibilidade:

Um grupo de senadores, de partidos políticos distintos, entende que a solução para a crise não será alcançada sem a participação direta do povo brasileiro. Por isso, os senadores convocaram para uma entrevista coletiva, nesta segunda-feira (18), às 17h30, no plenário do Senado Federal, com o objetivo de adotar uma proposta que o momento político do país exige, buscando amplo diálogo para solucionar a crise. A convocação foi feita antes do resultado da Câmara dos Deputados de dar prosseguimento ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Os senadores entendem que a decisão tomada pela Câmara neste domingo (17) não resolve a crise. "Pelo contrário, torna-a mais grave e aprofunda a divisão na sociedade". O grupo entende que o caminho está em dialogar e pactuar uma saída, que envolva a sociedade, já que os rumos atuais nos conduzem para um sério impasse e apenas aprofundam a crise política e econômica. 

Assinam o manifesto os senadores Cristovam Buarque (PPS-DF), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), João Capiberibe (PSB-AP), Walter Pinheiro (Sem Partido-BA), Lídice da Mata (PSB-BA) e Paulo Paim (PT-RS).