Mais Lidas

Senadores sitiados

Senado cobra reação do governo sobre hostilidade na Venezuela

Renan cobra 'reação altiva' de Dilma após agressão a senadores

acessibilidade:

Em nota oficial, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu os senadores brasileiros que estão sitiados dentro de um ônibus em Caracas, na Venezuela, em missão oficial, para visitar opositores ao regime do presidente Nicolás Maduro. Calheiros disse que o Senado vai cobrar uma "reação altiva" do governo brasileiro. A senadora Ana Amélia (PP-RS) apresentou uma moção de repúdio contra o governo venezuelano, que será apreciado pelo plenário do Senado.

Veja a íntegra da nota:

"O Presidente do Congresso Nacional recebeu relatos apreensivos da delegação de senadores brasileiros em viagem a Venezuela através dos senadores Cássio Cunha Lima, Aloysio Nunes Ferreira, Ronaldo Caiado e Aécio Neves.

Há relatos de cerco à delegação brasileira, hostilidades, intimidações, ofensas e apedrejamento do veículo onde estão os senadores brasileiros.

O Presidente do Congresso Nacional repudia e abomina os acontecimentos narrados e vai cobrar uma reação altiva do governo brasileiro quanto aos gestos de intolerância narrados.

As democracias verdadeiras não admitem conviver com manifestações incivilizadas e medievais. Eles precisam ser combatidos energicamente para que não se reproduzam."

(Com informações da Agência Senado)

Vídeos Relacionados