Violência em alagoas

Secretária acusa imprensa de distorcer dados sobre violência

Para Regina, a imprensa acha que todo cadáver é vítima de assassinato

acessibilidade:

A secretária de Segurança Pública, Regina Miki, criticou a imprensa alagoana por divulgar os dados relacionados à criminalidade e homicídios de forma errada. Segundo ela, a mídia vem tratando qualquer corpo encontrado como um assassinato e isso está errado. Regina Miki concedeu entrevista hoje (17) durante cerimônia de entrega de cinco veículos para os Bombeiros e para a secretaria de Estado da Defesa Social (Seds).

As críticas seguiram quanto a uma espécie de cultura de ?massacre? que estaria se solidificando entre a população. ?Essa história de bandido bom, é bandido morto tem que mudar?, disse a secetária.

Vale lembrar que a OAB de Alagoas também divulgou um retrato bem diferente do que é apresentado pelo governo. Foram contabilizados 167 homicídios a mais do que os números oficiais. Apesar dessa divergência, a OAB reiterou que houve uma pequena redução no numero total de 2012 para 2013.