Mais Lidas

Revolta na internet

Renan, STF e governador Renan Filho são hostilizados após decisão

Humor e revolta atacam decisão que impediu afastamento de Renan

acessibilidade:

As comemorações da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela permanência de Renan Calheiros (PMDB-AL) na Presidência do Senado provocaram centenas de comentários agressivos e sarcásticos nos perfis oficiais das redes sociais do senador e de seu herdeiro político, o governador de Alagoas Renan Filho (PMDB). Ambos celebraram a vitória sobre o pedido de afastamento feito pela REDE com base no fato de Renan ter se tornado réu por peculato em ação penal e ser impedido de permanecer na linha sucessória da Presidência da República. Memes sobre o tema também se espalharam pela internet.

A festa particular da família Calheiros resultou em uma maioria comentários com ataques ao senador, ao governador, aos ministros do STF e aos eleitores do Estado de Alagoas. Mas o alvo principal foi o senador alagoano, hostilizado com impropérios em que ‘vagabundo’ era a palavra mais amena.

Na véspera da decisão do Plenário do STF, enquanto o presidente do Senado virava as costas para o oficial de Justiça do Supremo, Renan Filho já afirmava que, mesmo se fosse vencido, seu pai “sairia fortalecido” do julgamento de seu afastamento. Após o julgamento, o governador escreveu no Facebook que o Supremo “dirimiu dúvidas, evitou o caos institucional e reassentou as coisas em seu devido lugar”, na decisão que classificou como “pautada pelo espírito público e respeito às opiniões divergentes”.

Memes também se espalharam pela internetÍCONE DA IMPUNIDADE

Enquanto o perfil de seu pai foi alvo de um “vomitaço” virtual, a maioria dos comentários na publicação do governador expôs Renan Calheiros como símbolo de impunidade contra a corrupção. Uma série de memes e tuítes também se espalharam pelas redes, um deles, celebrando ironicamente o Dia da Justiça, comemorado nesta quinta-feira (8).

Leia alguns dos comentários deixados nos perfis do Facebook de Renan Calheiros e do governador Renan Filho: 

“Não houve nenhum espirito público, o que houve foi um jeitinho vergonhoso Brasileiro, rasgaram a constituição. Sinceramente, não vejo a hora de vê-lo juntamente com todos os outros corruptos presoooooooossssss”, escreveu Washington Vieira, de São Miguel dos Campos-AL.

“Isso é a prova que o País não tem lei pra esses caras, os caras fazem o quer, chamam os Juízes de juizeco, dá as costas para o oficial de Justiça, é envolvido na Lava Jato e ainda continuam no poder”, reagiu Edinaldo Oliveira, de Delmiro Gouveia-AL.

“Claro, se esse indivíduo caísse levaria a pocilga inteira. Vergonha pra Alagoas. Tal pai, tal filho”, afirmou Jackson Sottero, de Chã Preta-AL.

“Quando um oficial de justiça bater na sua porta, coloque ele pra correr. Se o Renan pode, todos podemos! #STFacovardado”, foi a interpretação de Fagner Meraldo Barros, de Arapiraca.

Os memes e tuítes mais populares sobre a decisão:

Renan é visto voando em Brasília e se recusa a cumprir a Lei da Gravidade https://t.co/dXzvWogy0y

— Sensacionalista (@sensacionalista) 8 de dezembro de 2016

Hoje o Brasil conheceu o seu quarto poder: Executivo, Legislativo, Judiciário e… Renan Calheiros.

— Empiricus (@empiricus) 7 de dezembro de 2016

Veja uma das reações mais comuns nos mais de 3 mil comentários da publicação e que Renan Calheiros fala que o Senado aplaudiu a "patriótica decisão do STF": 

Na publicação de Renan Filho, replicada no perfil do pai, parte dos mais de mil comentários seguiram a seguinte linha:

Vídeos Relacionados