Mais Lidas

AGORA É VERDADE

Renan Filho lança concursos para PM e Bombeiros, em meio à crise

Alagoas oferece 1.150 vagas com salários de até R$ 6,7 mil

acessibilidade:

Com atraso de quase um ano e depois de uma série de "lançamentos", autorizações e adiamentos, divulgados pelo governador Renan Filho (PMDB), os editais dos concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Alagoas foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado de Alagoas (DOE) desta segunda-feira (31). As inscrições começam nesta terça-feira (1), ao custo de R$ 95, e prosseguem até o dia 30 de agosto.

Serão mil vagas para o cargo de soldado combatente da Polícia Militar, e 150 vagas para o Corpo de Bombeiros, sendo 10 vagas para o cargo de oficial combatente e 140 vagas para o cargo de soldado combatente. 

PM é priorizada e Corpo de Bombeiros minimizado (Foto: Tribuna Hoje)Os concursos serão conduzidos pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe/Cespe), sob coordenação da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), da PM e do Corpo de Bombeiros de Alagoas.

A inscrição deverá ser feita somente via internet e a Seplag disponibilizará sua sede como ponto de acesso para os candidatos que não possuam acesso à internet.

As provas objetivas ocorrem no dia 28 e 29 para as vagas de bombeiros e dia 29 para as vagas da Polícia Militar, com locais a serem divulgados em Maceió e em Arapiraca.

AVALIAÇÃO

Serão 50 questões de conhecimentos básicos e 70 específicas, nas provas objetivas da PM; e 50 questões de conhecimento básico e 50 de conhecimento específico, nas provas do Corpo de Bombeiros

O método de avaliação do Cespe compreende as seguintes etapas: provas objetivas, de caráter eliminatório e classificato?rio; avaliação me?dica das condições de saúde física e mental, de caráter eliminatório; teste de aptidão física, de caráter eliminatório; e comprovação documental e investigação social, também de caráter eliminatório.

As mil vagas da PM para o cargo de soldado oferecem salários de R$ 1.367,15, quando aluno, e R$ 3.522,80 (quando formado), com dedicação exclusiva.

Já para o Corpo de Bombeiros, as 140 vagas para soldado oferecem remuneração de R$ 1.410, quando aluno, e R$ 3.633,85, quando formado. Além de 10 vagas para oficiais, cuja remuneração oferecida é de R$ 2.249,54, para estudante, e R$ 6.714,06, quando formado.

'POLITICAGEM'

Carlos Burity foi um dos que cobraram mais vagas para os BombeirosPromessa de campanha de Renan Filho em 2014, o concurso para PM e Bombeiros começou a ser anunciado como “com edital em tramitação” no fim de 2016. E os últimos prazos anunciados para a publicação do edital foram para "março, abril e o fim de maio” deste ano.

Renan Filho ignorou a pressão de oficiais que usaram as redes sociais para protestar e cobrar que o edital trouxesse pelo menos o dobro das vagas anunciadas. Os bombeiros questionaram se vidas só se salvam com armamentos e o governo nunca respondeu o motivo da disparidade entre mil vagas para a Polícia Militar e 150 para o Corpo de Bombeiros, que só tem 82 soldados de pronto emprego, para cobrir todo o Estado de Alagoas.

Política pode ser nobre, politicagem conosco não!”, chegou a escrever o tenente-coronel Carlos Burity, em seu perfil do Facebook.

O governador tem contado vantagem sobre a "façanha" de conceder reposição das perdas salariais decorrentes da inflação, em percentual de 6,29%, parcelado. E ainda é cobrado pelas promessas de realizar concursos para a Educação e de convocar concursados da Polícia Civil. Mas só o tempo dirá se a vantagem se sustenta em meio à turbulência na economia e na política do Brasil. 

Vídeos Relacionados