Mais Lidas

União Euroasiática

Putin começa a reagrupar países da ex-união soviética

Rússia, Bielorússia e Cazaquistão formam nova União Euroasiática

acessibilidade:

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e os presidentes do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, e da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, anunciaram hoje (29) a criação de um novo bloco econômico: a União Euroasiática. O bloco começará a funcionar, efetivamente, em janeiro de 2015 e criará um espaço econômico único entre os três países.

Segundo Putin, a decisão é histórica. “Hoje criamos um centro de desenvolvimento econômico potente e atraente, um grande mercado regional que une 170 milhões de pessoas. A nossa União tem enormes reservas de recursos naturais, incluindo a energia, que representa um quinto das reservas de gás mundial e 15% das petrolíferas”, destacou o presidente russo.

O governo russo também emitiu uma nota dizendo que “os três Estados se empenharão em garantir a livre circulação de produtos, serviços, capitais e trabalhadores e colocará em operação um política centralizada nos setores-chave da economia: energia, indústria, agricultura e transportes”. Ainda de acordo com a nota, a União Euroasiática tem “um PIB de US$ 2,7 trilhões”. Para a Rússia, a atual União com a Bielorrússia e o Cazaquistão forma o terceiro maior mercado mundial, atrás apenas da Europa e da China. Nos últimos três anos, o comércio entre os países do novo bloco teve crescimento de 50%, saindo de US$ 23 bilhões para US$ 66,2 bilhões.

A União Euroasiática é o principal projeto geopolítico do terceiro mandato presidencial de Putin, que foca em integrar parte da antiga União Soviética em uma zona econômica única. A ideia é ter um bloco que possa cooperar entre si e competir com a União Europeia, os Estados Unidos e a China. Ansa

Vídeos Relacionados