Eleições 2010

PSDB pede investigação de "voluntários remunerados" do PT na campanha de Dilma

acessibilidade:

O deputado Carlos Sampaio (SP), líder do PSDB na Câmara,  apresentou  representação à Procuradoria Geral da República (PGR)nesta quarta-feira (2), solicitando que investigue os ?voluntários remunerados? na campanha de Dilma Rousseff à Presidência da República, em 2010.

A ação destaca denúncia divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo no dia 28 de setembro, na qual são identificadas pessoas que trabalharam para a campanha de Dilma mediante remuneração e não como voluntários, como chegou a declarar o PT em sua prestação de contas. Um dos supostos ?voluntários? identificado pelo jornal, o motoboy Mariano Vieira Filho, afirmou ao jornal: ?Não sou otário para trabalhar de graça?.

A representação cita Dilma e os coordenadores de campanha  José Eduardo Dutra, ex-presidente do PT, o atual ministro José Eduardo Cardozo (Justiça),  o ex-ministro Antônio Palocci, o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento) e José de Filippi Júnior, ex-tesoureiro e atual secretário de Saúde da cidade de São Paulo. A PGR terá de avaliar se estão configurados crimes contra a fé pública eleitoral, a ordem tributária e de apropriação indébita previdenciária.

A apresentação de declarações falsas por parte dos supostos voluntários e a não contabilização dos recursos gastos com esses profissionais estariam entre as evidências das irregularidades.