Mais Lidas

Crise política

PSDB não vai fechar questão sobre votação da reforma da Previdência

Tucanos manifestaram receio de ter prejuízos eleitorais com apoio

acessibilidade:

O PSDB  não vai fechar questão para votar a favor da reforma da Previdência. Os parlamentares tucanos estão divididos e parte deles receia ter prejuízos eleitorais no ano que vem se votar com a reforma patrocinada pelo governo Michel Temer.

Segundo o presidente interino do PSDB, ex-governador paulista Alberto Goldman, o governo Michel Temer vai enviar ao Congresso uma nova versão reduzida da reforma da Previdência e que o partido vai apenas recomendar apoio ao texto. “O governo está mandando outro texto que representa um recuo em relação ao texto original, mas entendemos que essa é uma realidade política do Congresso”, disse Goldman. “Não tem nada de fechamento de questão. Nesse momento, do ponto de vista político, cabe apenas a recomendação. O trabalho político vai ser feito para termos, se não unanimidade, o máximo possível de posição unitária na bancada.”

Formalmente, para que o partido fechasse questão em favor da reforma, era necessária a aprovação do tema por maioria absoluta da bancada de deputados e também da Executiva Nacional. O encontro da Executiva Nacional do PSDB em Brasília, porém, foi esvaziado pela ala contrária ao governismo tucano. 

O PSDB aderiu ao governo Temer defendendo a agenda de reformas econômicas para o País e depois condicionou a manutenção de seus ministros no governo ao avanço da pauta reformista.

Vídeos Relacionados