Goiânia

Professores em greve apresentam nova proposta à prefeitura

Professores tentam negociação com prefeitura

acessibilidade:

Professores em greve entregaram hoje uma nova proposta, mais reduzida,  à prefeitura de Goiânia. Eles ocupam o plenário da Câmara desde o dia 10, quando os vereadores rejeitaram o impeachment contra o prefeito Paulo Garcia (PT). Eles tentam retomar as negociações para colocar fim à greve, que já dura 32 dias.

Na nova proposta, os professores estabelecem quatro pontos que consideram prioritários: pagamento da data base, o pagamento retroativo do aumento salarial dos professores, o enquadramento de auxiliares de atividades educativas como professores, e não funcionários administrativos, e o pagamento da titularidade dos professores.

Osservidores reclamam que a Prefeitura de Goiânia não cumpriu o acordo firmado em outubro do ano passado, quando os professores também invadiram a Câmara e a ocuparam durante 13 dias. Na época,  eles só aceitaram deixar o local depois que o prefeito assinou um acordo se comprometendo a atender algumas das reinvindicações, que ainda não foram atendidas.

Reportar Erro