Greve à vista

Professores do Rio de Janeiro cruzam os braços por 24 horas

Professores cruzam os braços nesta quarta-feira (7)

acessibilidade:

professoresOs professores das escolas públicas do Rio de Janeiro anunciaram uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira (7). O Sindicato Estadual dos Profissionais de Ensino (Sepe-RJ) informou que a categoria exige aumento salarial e melhorias nas condições de trabalho. Além disso, os professores reclamam de promessas não cumpridas pelos  governo do Estado e prefeituras.

Segundo o Sepe-RJ, na tarde de hoje (7), no Clube Municipal, na Tijuca, Zona Norte do Rio, haverá uma assembleia para discutir a possibilidade de greve. As secretarias municipal e estadual de Educação ainda não sabem informar quais instituições aderiram à paralisação de hoje, mas informa que paga, atualmente R$ 16,90 pela hora-aula aos professores – valor maior que o de São Paulo, R$ 15,80. Além disso, a secretaria alega que dá auxílio-transporte de aproximadamente R$ 120, auxílio-qualificação de R$ 500, auxílio-alimentação de R$ 160 e auxílio-formação para professores regentes de turma em  parceria consórcio Cederj, no valor de R$ 300.

A secretaria de educação também garante que o secretário se reuniu na última terça (29) com o Sepe-RJ e prometeu aumento real ainda neste ano para a categoria.

Reportar Erro