Mais Lidas

Ainda é consenso

Presidente da Câmara segue forte até na oposição

Mesmo criticado pelo PSDB, Cunha tem grande apoio na oposição

acessibilidade:

Deputados tucanos passaram dias apagando incêndio após o senador Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, afirmar que Eduardo Cunha não terá condições de chefiar a Câmara caso o STF aceite a denúncia contra ele. O detalhe é que nenhum deputado tucano assinou o pedido de afastamento de Cunha. Somados PSDB, PSC, SD e DEM, sem contar o PPS, 105 deputados o apoiam. A bancada do PMDB tem 67.

Em reservado, tucanos afirmam que, ao criticar Cunha, Aécio tentou “acalmar a ala radical do PSDB”, que estava pressionando o senador.

Deputados do PSDB passaram o dia telefonando a seu líder, Carlos Sampaio, sobre as declarações de Aécio. “Nem eu entendi”, respondia.

O líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), telefonou a Cunha, nos EUA, e garantiu que nada mudou: a bancada segue fechada com ele. Leia mais na Coluna Cláudio Humberto

Reportar Erro