Movimento Estudantil

Presidenta da UNE quer autonomia em relação a governos e partidos

acessibilidade:

A nova presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Virgínia Barros, disse nesta segunda-feira (3) que sua gestão vai ser marcada pela autonomia em relação aos governos, partidos políticos e universidades. Porém, ela também disse que não pretende acabar com o diálogo com esses setores. ?A UNE tem uma postura de autonomia, diálogo, pressão e cobrança em relação aos governos federal, estaduais, reitorias, empresas, partidos e manterá essa postura, mas claro que estamos abertos ao diálogo porque foram muitas as conquistas que conseguimos obter na educação brasileira nos últimos anos?, afirmou. Virgínia ficará os próximos dois anos à frente da instituição e promete defender, durante esse tempo, o investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em educação.