Mais Lidas

2º turno em Maceió

Prefeito Rui Palmeira derrota Ciço e massacra Renans em Maceió

Tucano é reeleito com 60,27% dos votos, contra 39,73% de Ciço

acessibilidade:

O prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB), foi reeleito neste domingo (30) com 60,27% dos votos contra o ex-prefeito e deputado federal Cícero Almeida, o Ciço (PMDB), que recebeu 39,73% dos votos do eleitor maceioense. Com a vitória, o tucano ampliou o vexatório enfraquecimento político do padrinho de Ciço nesta eleição, o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL), após derrotas nas maiores cidades alagoanas no 1º turno. 

O prefeito Rui Palmeira venceu a disputa contra o recordista de votos na capital alagoana, obtendo 241.977 votos, contra 159.542 votos do peemedebista. A diferença foi de 20,54 pontos percentuais sobre o candidato também apoiado pelo governador Renan Filho (PMDB).

A distância equivale a 82.435 votos de vantagem para o prefeito reeleito contra rival o peemedebista, que minimizou a apresentação de propostas e fez uma campanha extrapolando a exposição de seu legado de dois mandatos anteriores e críticas ao adversário, ao baixar o nível da propaganda eleitoral, com calúnias punidas pela Justiça Eleitoral.

Foram 3,59% de votos brancos e 9,91% de votos nulos e 19,96% de abstenções.

Grande resposta

Em coletiva à imprensa após a confirmação da reeleição, Rui disse que o povo de Maceió foi extremamente generoso ao lhe dar a vitória com a grande votação de 60% dos votos válidos. E depois de lembrar que há muita coisa a fazer e citar projetos como o Nova Maceió e o Maceió de frente para a Lagoa, respondeu sobre o baixo nível da campanha adversária, citando a divulgação de mentiras via call center e notícias falsas.

“Tentaram de tudo, até o último momento, sempre com mentiras. Acho que a população deu uma grande resposta. A população não é boba. Enxergou quem tinha propostas realizáveis e quem não tinha. Quem tinha feito pela cidade em momento de extrema crise e quem teve a oportunidade de fazer em oito anos e deixou a desejar. O maior recado foi dado pela população de Maceió”, respondeu Rui Palmeira.

Para o vice-prefeito reeleito Marcelo Palmeira (PP), a votação foi a confirmação de um trabalho sério de quatro anos, arrumando a máquina pública e enfrentando a crise. “Vamos continuar respeitando o maceioense, porque o dinheiro público é de vocês”, disse Marcelo Palmeira.

Ciço: solidão na reta final.“Boa sorte”

Assim como fez no 1º turno, Cícero Almeida foi dormir sem agradecer publicamente aos seus eleitores. Ciço foi votar sozinho, deturpou dados de uma pesquisa e, ao contrário do que ocorreu no 1º turno, não recebeu apoio do governador Renan Filho nesta última semana de campanha. O chefe do Executivo estadual sequer utilizou as redes sociais para apoiar o candidato do PMDB.

O deputado federal marcou entrevista para esta segunda-feira (31) e publicou nota em que desejou boa sorte a Rui Palmeira e disse que seguirá a serviço do maceioense.

“Neste momento decisivo para a democracia de nossa capital, gostaria de agradecer os mais de 159 mil votos de confiança recebidos neste segundo turno. Tenho a certeza de que todos foram de coração, dados por pessoas que acreditaram no nosso projeto de retomada do crescimento da nossa Maceió. Quero dizer que estou tranquilo e retomarei meu trabalho como deputado federal imediatamente, sempre a serviço do povo maceioense e pronto para colaborar com o desenvolvimento da nossa cidade. Desejo boa sorte ao prefeito eleito e que ele faça o trabalho que precisa ser feito para melhorar a cidade”, disse Ciço, por meio de nota.

No 1º turno, Rui teve 46,86% dos votos e Ciço, 24,73%. E a última pesquisa do Ibope, divulgada na sexta-feira (28), mostrou Rui com 64% e Ciço com 36% dos votos válidos. Com a margem de erro de quatro pontos percentuais, o levantamento bate com o resultado nas urnas. O Instituto Paraná Pesquisas também se aproximou dos números oficiais, mas fora da margem de erro.