Câmara X Senado

Por demora, Alves cogitou devolver MP ao Senado

MP que desonera o transporte público pode perder validade

acessibilidade:

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, cogitou em sessão na noite desta quarta-feira (18) em devolver ao Senado a Medida Provisória que desonera o transporte público. Henrique Alves se indignou quando recebeu a MP à noite, para ser votada até a manhã desta quinta-feira(19), a validade da MP é até o próximo dia 27.

?Como o Senado tem o prazo de uma semana, de novo se quer impor a esta Casa a irresponsabilidade de chegar agora à noite, votarmos hoje à noite ou no máximo amanhã de manhã, sem nenhum parlamentar ter sido avisado”, reclamou Alves. Ele se referia a decisão do presidente do Senado, Renan Calheiros, de não analisar medidas que cheguem lá menos de uma semana antes de vencerem.

Na sessão, o líder do PT, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), concordou com o presidente da Câmara. Chinaglia lembrou que com a provável perda de validade desta MP, o governo ainda não sabe se parte dela poderá ser aproveitada em outra medida que esteja em tramitação.