Mais Lidas

Operação Clã

Polícia Federal faz operação contra programa habitacional no DF

A PF suspeita de conivência da Governo do DF na fraude

acessibilidade:

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (2/6) a Operação Clã, com o objetivo de esclarecer como funciona uma organização criminosa suspeita de interferir e cobrar taxas para a concessão de lotes do Programa Habitacional Riacho Fundo II – 4ª Etapa. No total são cumpridos 14 mandados de busca e apreensão além de três conduções coercitivas, quando a pessoa é levada para depor sob vara.

As investigações da Delegacia de Inquéritos Especiais da PF (Deleinque) apontam indícios da existência de grupo criminoso atuando na implementação do Programa Habitacional Riacho Fundo II – 4ª Etapa, do Governo do Distrito Federal. O projeto é para concessão de lotes a famílias necessitadas.

Servidores públicos, membros de associações e empresários da construção civil são alvos de investigações. Segundo a PF, eles podem ter condutas que podem configurar a prática dos crimes de corrupção passiva, advocacia administrativa e lavagem de dinheiro.

Os principais alvos da operação Clã são integrantes dessas associações, que são responsáveis pela seleção das famílias que receberiam os terrenos, mas que estariam manipulando a escolha dos beneficiários, cobrando valores, condicionando o recebimento de terreno à contratação de determinadas construtoras ligadas ao grupo para a realização das obras. Segundo a PF, "tudo com a aparente conivência da direção da Sedhab à epoca".