Candidatura abestada

Planalto agiu para esvaziar candidatura abestada de Marcelo Castro

Governo agiu para desestabilizar candidatura de dentro do PMDB

acessibilidade:

Apesar de ter anunciado que não iria interferir na eleição do presidente da Câmara, o governo Temer atuou nesta quarta (13) para esvaziar a candidatura de Marcelo Castro, candidato do PMDB e ex-ministro de Dilma. Ele é aquele ministro-abestado indicado pela ala do PMDB que apoiava o PT, mas que se licenciou do Ministério da Saúde duas vezes, em meio à crise do vírus Zika, para votar contra o impeachment.

O presidente Michel Temer ficou incomodado: convocou dez deputados fortes do PMDB para desestabilizar a candidatura de Marcelo Castro.

No encontro, Temer avisou aos deputados aliados que o PMDB não pode se comportar como inimigo de governo comandado pelo… PMDB.

“Não dava para apoiar a candidatura de aliado de Dilma”, confidenciou Paulinho da Força (SD-SP), que apoiou Rogério Rosso (PSD-DF).