Novo alvo

PF pega 4º maior financiador individual de Dilma

Novo alvo da Lava Jato, Armando Tripodi é grande doador de Dilma

acessibilidade:

Alvo de mandado da Operação Acarajé, 23ª fase da Lava Jato, o gerente executivo de Responsabilidade Social da Petrobras, Armando Ramos Tripodi, foi um dos maiores doadores individuais da campanha presidencial de Dilma. A PF levou Tripodi para depor sob vara (ou condução coercitiva) sobre a reforma em seu apartamento. A suspeita é que foi bancada por offshores ligadas à empresa Odebrecht.

Tripodi divide o pódio de “top doadores” com figuras como Eraí Maggi, o rei da soja, e Antônio Carlos Brandão Resende, sócio da Localiza.

Tripodi foi chefe de gabinete do ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli e citado na delação de Paulo Roberto Costa ex-diretor da BR.

A PF apreendeu na OAS, no fim do ano passado, uma lista de presentes com a anotação “Armando Tripodi – Relógio – R$10.619,00”.

Tripodi ainda deu dinheiro às campanhas do governador da Bahia, Rui Costa (PT), e Robson Leite (PT-RJ), candidato a deputado estadual. Leia mais na Coluna Cláudio Humberto

Reportar Erro