Mais Lidas

Delírio

Petistas querem a oposição sócia do assalto que fizeram à Petrobras

Petistas tentam envolver na roubalheira quem estava na oposição

acessibilidade:

O PT retomou a estratégia de tentar escapar do lamaçal do “petrolão” acusando operação Lava Jato de “proteger o PSDB”. O governo era do PT e o PSDB estava na oposição, lembrou ontem o procurador Deltan Dallagnol. PP é o partido com o maior número de políticos denunciados na Lava Jato, e que PT e PMDB, parceiros na rapina, têm igual número de larápios acusados. Além disso, há vários tucanos já enrolados. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A estratégia principal do PT, determinada pela executiva do partido, é evitar o tema Lava Jato e focar em críticas às reformas em curso.

O assalto à Petrobras iniciou de maneira organizada no governo Lula, em 2004, e interrompido pela Lava Jato no governo Dilma, em 2014.

Lava Jato concluiu, com provas e confissões, que os governos do PT nomearam diretores ligados a partidos para roubar a Petrobras.

Reportar Erro