#VaiterCopa

Índios protestam contra PEC que dá ao Congresso poder de demarcar terras

Eles foram levados a Brasília para protestar contra MP 215, e usados para fazer número no protesto contra a Copa

acessibilidade:

Brasília – Um pequeno grupo de menos de 200 manifestantes parou a principal via de Brasília, o Eixo Monumental, ao tentar alcançar o Estádio Nacional Mané Garrincha, onde está exposto o troféu da Copa do Mundo. Cerca de 500 policiais militares do Distrito Federal barraram o avanço dos manifestantes, mas eles fecharam diversas pistas no centro da Capital. O trânsito está parado.

Os manifestantes e índios ameaçaram motoristas e outros pedestres que tentam furar o bloqueio. Atiraram pedras, paus e até flechas nos policiais militares.

O punhado de manifestantes indígenas havia invadido o teto do Congresso Nacional no início da tarde, dançaram e cantaram próximos à cúpula. Eles foram convencidos pelos seguranças a descer a rampa minutos depois da ocupação e então seguiram para o Estádio, onde convenientemente encontraram um grupo de manifestantes.

Os índios chegaram a Brasília levados por ONGs, principalmente estrangeiras (as mais endinheiradas), em aviões de carreira, para pressionar os parlamentares pela rejeição da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, que transfere a competência da União no processo de demarcação de terras indígenas para o Congresso e a aprovação da PEC 320, que prevê a criação de quatro vagas na Câmara dos Deputados para os eleitos de comunidades indígenas.

 

Reportar Erro