Mais Lidas

Reforma política

PEC que institui distritão e fundo eleitoral seguirá para o plenário

Para ser aprovado o projeto precisa do apoio mínimo de 308 deputados e 49 senadores

acessibilidade:

Uma das comissões especiais que debate a reforma política na Câmara aprovou, na tarde desta terça (15), a proposta de emenda à Constituição que institui distritão e a criação do fundo público de R$ 3,6 bilhões para o financiamento de campanhas.

O texto só deverá ser encaminhado para a votação no plenário na semana que vem devido há falta de consenso sobre os temas aprovados.

A resistência ao distritão cresceu entre os deputados, que chegaram a criar uma frente contra o modelo, mesmo com a proposta de transição para o distrital misto em 2022. Além da resistência, os deputados também têm apresentado críticas ao tamanho do fundo público.

Pela regra, a PEC deve ser votado em dois turnos tanto na Câmara quanto no Senado e precisa do apoio de 308 dos 513 deputados e 49 dos 81 senadores.

Vídeos Relacionados