Liberado

STJ manda soltar Paulo Octávio, após habeas corpus

STJ manda soltar o ex-governador do DF

acessibilidade:

O empresário e ex-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio, conseguiu um habeas corpus que o libera da carceragem onde estava cumprindo prisão preventiva desde a última segunda-feira, quando foi preso ao sair do seu escritório, no Setor Hoteleiro Norte, em Brasília. Paulo Octavio foi denunciado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), acusado de pagamento de propina para a liberação de alvarás de construção. A liberação foi concedida pelo ministro Sebastião Reis Júnior, da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça. Os advogados do empresário alegaram ilegalidade na prisão.

Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça revelam conversas com Carlos Jales, ex-administrado da cidade de Taguatinga, também suspeito de integrar o grupo que pagar propina a servidores públicos com o  objetivo de liberar autorizações para a construções irregulares. Conhecida como Operação Átrio, a operação que começou no início de novembro do ano passado. Segundo o Tribunal de Justiça do DF, ele é réu em sete processos e vai responder por organização criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa e corrupção passiva.

Reportar Erro