Mais Lidas

Medida protelatória

Paulinho da Força pedirá vista de processo contra Cunha

Deputado diz que precisa 'conhecer o relatório para poder votar'

acessibilidade:

O deputado Paulo Pereira (SD-SP), o Paulinho da Força, já adiantou que seu papel no Conselho de Ética será para adiar ao máximo a apreciação da admissibilidade do processo de cassação do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Paulinho revelou que vai pedir vista para analisar o parecer prévio do relator, Fausto Pinato (PRB-SP) na reunião da próxima quinta (19). "Sou um dos que vai pedir vista", disse. Ele alegou que precisa "conhecer o relatório para poder votar".

O presidente do Solidariedade criticou o relator por apresentar o parecer antes de ter acesso à defesa de Cunha. "Não dá para você condenar alguém ou não condenar sem conhecer os dois lados", afirmou. "Este erro que o relator cometeu pode complicar a continuidade da votação no Conselho de Ética. Acho que o relator cometeu uma falha grave de condenar alguém antes de conhecer a defesa do acusado. Portanto, acho que isso é grave e o Conselho de Ética vai analisar isso", disse Paulinho.

Para o presidente do Conselho de Ética, José Carlos Araújo (PSD-BA), não houve açodamento da parte de Pinato e não cabe defesa nesta fase do processo. "A qualquer tempo, o representado (Cunha) pode se pronunciar, mas, nesta fase, não precisa porque é só a admissibilidade. Não cabe defesa para admissibilidade. Defesa é para mérito", disse Araújo mais cedo.

Reportar Erro