Refém

País está preso pela crise, diz presidente da Vale

Afirmação foi feita no 16º Congresso Brasileiro de Mineração

acessibilidade:

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, afirmou que o Brasil está completamente preso pela sua situação imediata de crise. "As pessoas são mais condescendentes num ambiente de prosperidade do que numa ambiente desfavorável", disse, citando a queda de popularidade da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), e dos presidentes do Chile e do México. "Elas decorrem de colapso econômico", ressaltou.

A afirmação foi dita em painel que ocorre agora no 16º Congresso Brasileiro de Mineração e da Exposição Internacional de Mineração (Exposibram). O executivo comentou que ele não vê mais "infelizmente", um poder político moderador espontâneo. Questionado pelo moderador do painel, o jornalista William Waack se nem o PMDB seria esse poder moderador, Ferreira riu e respondeu: "Você se refere ao PMDB do Temer, Simon, Jarbas Vasconcelos, Jader Barbalho? Para mim, o PMDB é uma confederação não é um partido."

Pare ele, a retomada de confiança no governo tem que englobar tanto o Executivo quanto o Legislativo. "O Brasil precisa ter consciência que tem um problema estrutural. Acho que um presidente não tem o poder que acham que ele tem. Temos que encarar a classe política não como um Fla-Flu", afirmou. (AE)

Reportar Erro