Mais Lidas

TÊTE-À-TÊTE

Obama admite ?passo atrás? na maneira como os EUA espionam

acessibilidade:

O presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, disse hoje (6) que cogita ?dar um passo atrás? na forma como espionam outros países. No discurso da 8ª Cúpula do G20, em São Petersburgo, na Rússia, Obama disse que ?não é só porque podemos pegar as informações que devemos pegá-las?, pontuando sobre a maneira como a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) acessa dados de milhões de pessoas pelo mundo.

O chefe de governo americano considerou a relação entre Brasil e Estados Unidos superior à questão da espionagem e se comprometeu a averiguar as alegações. ?A razão pela qual fui ao Brasil é que esse é um país importante e com história de sucesso na transição da ditadura para a democracia, além de ser uma das economias mais dinâmicas do mundo?, argumentou.

Obama considera o sistema de ?monitoramento? dos Estados Unidos similar ao que é feito por agências de inteligência de outros países. ?A verdade é que somos maiores e temos melhor capacidade? de coletar informações, continuou. ?Levo as acusações muito a sério, entendo as denúncias de mexicanos e do povo brasileiro, e vamos trabalhar para ver onde está a fonte de tensão?, disse.

O presidente norte-americano também afirmou que não acredita em tudo que os jornais dizem sobre a invasão de privacidade americana.  Ele considerou a possibilidade de a NSA fazer análises ?camada a camada?, para identificar o que, posteriormente, pode ser analisado de forma mais aprofundada.