nobel da paz de obama

‘o dia mais embaraçoso’ do embaixador da Noruega

Chefe de gabinete da Casa Branca repreendeu embaixador da Noruega

acessibilidade:

O ex-embaixador da Noruega na Organização das Nações Unidas (ONU) Morten Wetland afirmou ao jornal Dagens Naeringsliv que foi repreendido em 2009 quando o comitê do Nobel escolheu o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, como ganhador do Nobel da Paz. De acordo com as revelações de Wetland, o chefe de gabinete da Casa Branca, Rahm Emanuel, o repreendeu dizendo que o prêmio era apenas uma forma de ?bajular? Obama que estava em seu primeiro ano de mandato.

Durante a entrevista, Wetland disse que aquele dia ficou marcado na memória. Foi o ?dia mais embaraçoso da minha vida na ONU?, disse. Ele lembra que a escolha de Obama ?causou estranheza? e até colocou dúvidas na comunidade internacional sobre a independência do Comitê Nobel do governo norueguês, mas ele não sabia de nenhum outro objetivo por trás da indicação do presidente americano.

Vale lembrar que o prêmio Nobel já causou graves atritos com o governo da China, que não tem mais relações diplomáticas com a Noruega. A ruptura ocorreu após um Nobel ter sido entregue ao dissidente chinês, Liu Xiaobo.

Em 2014, a lista de nomes para o Nobel da Paz promete mais polêmica com a inclusão do presidente da Rússia, Vladimir Putin, envolvido na grave crise ucraniana, e o delator da bisbilhotice da Agência de Segurança Nacional, Edward Snowden.

Reportar Erro