Mais Lidas

Surpresa no TSE

Novo vice-procurador-geral eleitoral é desafeto do presidente do TSE

Dodge escolhe Humberto Jacques procurador-geral eleitoral

acessibilidade:

Humberto Jacques de MedeirosA futura procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que toma posse em menos de um mês, escolheu ocupar o cargo de chefe da Procuradoria Geral Eleitoral (PGE) o procurador Humberto Jacques de Medeiros, considerado um desafeto do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes.

A escolha gerou surpresa e causou estranheza entre membros da corte eleitoral, já que, em 2002, Medeiros chegou a mover ação de improbidade administrativa contra Gilmar Mendes, que foi  o Advogado-Geral da União.

O detalhe é que, em razão do cargo, o procurador-geral eleitoral participa de todas as sessões de julgamento do tribunal, ocupando assento a poucos metros do presidente. "Será um constrangimento permanente", prevê um ministro do TSE. Uma ex-ministra chegou a afirmar ao Diário do Poder que se tivesse sido nomeado em lugar de Raquel Dodge, o procurador Nicolao Dino, que é ligado a Rodrigo Janot, inimigo do ministro Gilmar, "não teria feito melhor", caso pretendesse indicar para o cargo um desafeto do presidente do  tribunal.