Quênia

Norueguês é suspeito por ataque terrorista em shopping

Pelo menos 67 pessoas morreram após o ataque terrorista

acessibilidade:

Um norueguês de origem somali foi apontado como um dos suspeitos pelo ataque a um shopping de Nairóbi, no Quênia. Segundo a BBC, Hassan Abdi Dhuhulow, de 23 anos, foi reconhecido a partir de imagens captadas por câmeras de segurança do estabelecimento. O grupo islâmico somali Al-Shabab se diz culpado pelo ato terrorista do dia 23 de setembro, quando pelo menos 67 pessoas morreram.

O suspeito nasceu na Somália, mas se refugiou com a família na Noruega em 1999. Ele teria não só ajudado durante a ação, mas também de ter planejado todo o ataque. O programa Newsnight, da BBC, conversou com um familiar do suspeito, que relatou a mudança de Dhuhulow da cidade de Larvik, em 2009, para viver na Somália.

Na última semana, a agência de inteligência norueguesa PST enviou agentes para o Quênia a fim de verificar as informações de que um cidadão da Noruega estaria envolvido no ataque ao shopping center.