Mais Lidas

Disparo foi da PM

No twitter, Dilma lamenta morte de Douglas Rodrigues

Para a presidenta, "milhares de outros jovens negros da periferia são vitimas cotidianas da violência"

acessibilidade:

A presidenta Dilma Rousseff lamentou nesta terça-feira (29), no twitter, a morte de Douglas Rodrigues, estudante que levou um tiro de um policial militar em São Paulo. Segundo a PM, o disparo foi acidental. ?Nessa hora de dor, presto minha solidariedade à família e aos amigos?, escreveu. ?Assim como Douglas, milhares de outros jovens negros da periferia são vitimas cotidianas da violência. A violência contra a periferia é a manifestação mais forte da desigualdade no Brasil?, completou.

Douglas chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Desde ontem (28), diversos moradores da cidade se reúnem em protesto contra a violência e a morte do jovem. Uma das principais vias de São Paulo, Rodovia Fernão Dias, foi bloqueada pelos manifestantes ? o que resultou até em ônibus e caminhões incendiados.

O estudante foi morto no domingo (27), por volta das 14h, quando a PM foi acionada por conta de uma aglomeração de pessoas que ?perturbavam o sossego?. Ao ver um carro com som alto e muitas pessoas em volta, o policial desceu de seu veículo para fazer a abordagem e acabou disparando sua arma sem querer. O PM foi autuado em flagrante por homicídio culposo (sem intenção de matar) e responderá a processo criminal.

Reportar Erro