Mais Lidas

Em tempos de Olimpíadas

Não há um preso sequer no Brasil por terrorismo

Brasil ignorou acordo internacional antiterror por 14 anos

acessibilidade:

As forças de segurança do Brasil nunca prenderam um criminoso por terrorismo. A falta de detenções é justificada pelas autoridades pela ausência de lei apropriada, que só foi sancionada em março deste ano, 14 anos após assinatura de acordo internacional antiterror. Dennis Cali, chefe da Divisão Antiterrorismo da Polícia Federal, diz que a legislação é muito recente e ainda não houve tempo hábil para a aplicação da Lei.

Em relatório vazado no WikiLeaks, o ex-embaixador americano Clifford Sobel diz que foi a então ministra Dilma quem havia sepultado o projeto.

Para os EUA, no e-mail vazado pelo WikiLeaks, o Brasil relutou em aprovar a Lei pois o MST poderia ser enquadrado como grupo terrorista.

O Brasil aderiu há 14 anos à Convenção Internacional para Supressão do Financiamento do Terrorismo. Só honrou o compromisso este ano.

Em maio de 2015, até o procurador-geral, Rodrigo Janot, enviou ofícios ao Congresso e ao Planalto alertando para a ausência da lei antiterror.

Vídeos Relacionados