Mais Lidas

Tintim por Tintim

MPF vai ouvir delatores da JBS e ex-procurador sobre novos áudios

Todos devem explicar as novas informações contidas nas gravações

acessibilidade:

Nesta sexta-feira (8), Joesley Batista, Ricardo Saud, Francisco Assis e o ex-procurador da República, Marcelo Miller, vão prestar depoimento na Procuradoria-geral da República (PGR), para explicar as informações contidas nos novos áudios entregues à PGR.

Para Rodrigo Janot, as novas gravações indicam graves omissões nas delações feitas pelos executivos. Na segunda (4) o PGR determinou a investigação para apurar se houve ou não omissão de informações. Caso isso seja confirmado, os benefícios oferecidos aos delatores poderão ser cancelados.

Nos áudios os delatores citam diversas vezes o ex-braço-direito de Janot, Marcelo Miller. Em uma das conversas,  Saud afirma que estaria "ajeitando" a situação com ele. Miller trabalhou com Rodrigo Janot durante três anos. 

O que falamos não é verdade

Na noite de ontem (5), Joesley Batista Ricardo Saud divulgaram nota onde pediram “sinceras desculpas” aos ministros e ministras do STF e também ao PGR, pelas citações indevidas nos áudios. “Não temos conhecimento de nenhum ato ilícito cometido por nenhuma dessas autoridades. O que nós falamos não é verdade, pedimos as mais sinceras desculpas por este ato desrespeitoso e vergonhoso e reiteramos o nosso mais profundo respeito aos ministros e ministras do Supremo Tribunal Federal, ao procurador-geral da República e a todos os membros do Ministério Público”.