Mais Lidas

Obituário

Morre de edema pulmonar, no Rio, o jornalista Jorge Bastos Moreno

Moreno marcou sua trajetória profissional com grandes 'furos'

acessibilidade:

Jorge Bastos Moreno.Morreu à 1h desta quarta-feira (14), no Rio de Janeiro, o jornalista Jorge Bastos Moreno, 63, colunista do jornal O Globo. Ele sofreu edema agudo de pulmão decorrente de complicações cardiovasculares.

Moreno caracterizou sua atividade jornalística com furos espetaculares atuando no Jornal de Brasília, que revelou que o general João Figueiredo seria o sucessor do general Ernesto Geisel na presidência da República, e principalmente no Globo, onde esteve por 35 anos.

Ele nasceu em Cuiabá e exerceu sua atividade em Brasília por muitos anos até se mudar para o Rio há dez. Jorge Moreno publicou vários livros de sucesso.

Confira um vídeo que demonstra a irreverência com que Moreno tratava de política.